Info

Hospital São João no Porto autorizado a assumir encargos plurianuais até 15 ME

Hospital São João no Porto autorizado a assumir encargos plurianuais até 15 ME
| Norte
Porto Canal com Lusa

O Governo autorizou o Centro Hospitalar São João, no Porto, a assumir encargos plurianuais até 15 milhões de euros, mais IVA, para adquirir serviços de radioterapia, equipamentos de ressonância magnética e remodelar a ala sul central, informou fonte oficial.

Em comunicado de hoje, a Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte refere que para a aquisição de serviços de tratamento por radioterapia, a unidade hospitalar pode assumir um encargo até 6,8 milhões de euros.

Para a remodelação da ala sul central – 1.ª fase, pisos 7 e 8 a empreitada pode ascender aos 5,5 milhões de euros e para a compra de equipamentos de ressonância magnética o montante pode rondar os 1,8 milhões de euros, acrescenta.

A ARS recorda ainda que em 2016 foram igualmente alocadas verbas para a adaptação da sala de angiografia, remodelação com fornecimento de elevador e sistema de climatização do centro ambulatório.

Já no ano passado foram autorizados os investimentos respeitantes a empreitada de beneficiação do interior, impermeabilização dos reservatórios de água, remodelação da sala de radiologia do centro de ambulatório.

+ notícias: Norte

Presidente do Turismo do Norte volta ao TIC por alegada viciação de contratos

O presidente do Turismo Porto e Norte de Portugal, um dos cinco detidos por alegada viciação de procedimentos de contratação pública, voltou ao Tribunal de Instrução Criminal (TIC), após uma primeira inquirição finda na madrugada deste sábado.

Autores de inquérito polémico a alunos do Porto diz que escola tinha conhecimento prévio

A associação que distribuiu um inquérito a alunos do 5.º ano com perguntas sobre opções sexuais garante que todos os materiais trabalhados com menores de idade são do conhecimento prévio das direções escolares.

Paradas buscas no mar dos três pescadores desparecidos ao largo de Espinho

As buscas no mar para tentar localizar três pescadores desaparecidos desde segunda-feira ao largo de Esmoriz, Espinho, pararam na sexta-feira, prosseguindo as operações na zona costeira.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS