Info

PJ deteve homem suspeito de abusar de crianças a troco de presentes em Famalicão

PJ deteve homem suspeito de abusar de crianças a troco de presentes em Famalicão
| Norte
Porto Canal com Lusa

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem de 28 anos pela presumível autoria de crimes de abuso sexual de crianças, praticados na sua residência, em Vila Nova de Famalicão, anunciou hoje a Diretoria do Norte daquela autoridade.

Em comunicado, a PJ refere que desde há quatro anos que o suspeito obrigaria as crianças a praticar atos sexuais, estando até ao momento já identificadas seis vítimas.

“O agressor atraía as vítimas, com idades compreendidas entre os 10 e os 14 anos, para a sua residência, em Vila Nova de Famalicão, local onde praticava aqueles abusos, oferecendo-lhes em troca pequenos presentes”, acrescenta.

A investigação da PJ partiu teve como base uma denúncia feita pelas vítimas.

O detido, sem ocupação laboral, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido determinada a medida de coação de prisão preventiva.

+ notícias: Norte

Corpo de homem de 73 anos resgatado do rio Tâmega em Amarante

Um homem de 73 anos dado como desaparecido em Amarante desde quarta-feira foi este sábado encontrado sem vida no rio Tâmega junto àquela cidade, indicou fonte do Comando Territorial do Porto da GNR.

Avião com avaria e com 165 passageiros aterra em segurança no Aeroporto do Porto

Um avião Boeing com 165 passageiros a bordo que reportou este sábado ao Aeroporto do Porto uma avaria num dos motores acabou por aterrar sem quaisquer problemas, disseram à agência Lusa fontes da Proteção Civil e da PSP.

Atualizado 19-05-2019 10:55

Cordão humano em Vila Nova de Gaia contra agressão a professora e falta de segurança na escola

Cerca de 70 pessoas fizeram esta sexta-feira um cordão humano em Vila Nova de Gaia em protesto pela agressão quarta-feira a uma professora da Escola Básica nº 2 de Campolinho, alertando também para a falta de segurança.

Atualizado 18-05-2019 11:44

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.