Jornal Diário Jornal das 13

Aumento das dormidas e proveitos no Norte confirma "atratividade" do destino

Aumento das dormidas e proveitos no Norte confirma "atratividade" do destino
| Norte
Porto Canal com Lusa

O Turismo do Porto e Norte considerou hoje que a subida de 9,2% das dormidas e de 21,3% dos proveitos na região em janeiro “reflete a atratividade” do destino e coloca desafios na promoção da sua “sustentabilidade”.

“Depois de fecharmos 2017 com o número de dormidas que prevíamos alcançar em 2020, o início do ano continua a refletir a atratividade que o Porto e o Norte têm vindo a desenvolver nos seus mercados e continua a elevar a fasquia da responsabilidade que temos em saber promover a sustentabilidade do destino”, afirmou o presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal, em declarações à agência Lusa.

Segundo Melchior Moreira, é agora “fundamental continuar o trabalho em rede, cativando os visitantes para o todo que é este território”, assim como “reforçar a aposta na formação e na oferta de qualidade e, claro, aumentar a estada média”.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), em janeiro a região do Porto e Norte registou mais 29,4 mil dormidas do que no mesmo mês de 2017, o que representa um aumento de 9,2%, para 386,30 mil dormidas.

Nos proveitos totais registou-se um crescimento de 21,3% (2,5 milhões de euros), para 21,3 milhões de euros, enquanto o RevPar (receita por quarto disponível) aumentou 8,4%, para 23,6 euros (mais 1,8 euros).

Já a estada média cresceu 3% em janeiro, situando-se nas 1,67 noites, e a taxa líquida de ocupação-cama cresceu 2%, para 28,1%.

+ notícias: Norte

Hospital de São João quer aproveitar projeto antigo para novo Centro Pediátrico

O Centro Hospitalar de São João, no Porto, está a "auscultar os serviços jurídicos" sobre a possibilidade de poder aproveitar o projeto existente para a construção do novo Centro Pediátrico, anunciou hoje o presidente da administração daquele hospital.

Ministério Público está a investigar o caso dos dois doentes em isolamento numa instituição em Bragança

O Ministério Público está a investigar o caso dos dois doentes que estão em isolamento há vários anos numa instituição em Bragança. O caso foi denunciado pelo Porto canal há dois meses. Depois disso, quase nada foi feito apesar da própria instituição pedir mais formação para lidar com os doentes, as entidades responsáveis continuam a dizer que os utentes vivem em condições adequadas.

100 semáforos geridos pela Metro do Porto em Matosinhos não têm sinal sonoro

Há 100 semáforos geridos pela Metro do Porto no concelho de Matosinhos que não têm avisos sonoros. A funcionalidade vai começar a ser instalada, uma vez que os sinais sonoros são indispensáveis para os invisuais.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.