Jornal Diário Jornal das 13

Paulo Jorge Ferreira é o novo reitor da Universidade de Aveiro

| Política
Porto Canal com Lusa

Aveiro, 13 mar (Lusa) -- O Conselho Geral da Universidade de Aveiro (UA) elegeu hoje para reitor Paulo Jorge Ferreira, com 14 votos em 19 possíveis.

O outro candidato a suceder a Manuel António Assunção, José Fernando Mendes, obteve quatro votos e registou-se um voto em branco.

Paulo Jorge Ferreira é doutorado em Engenharia Eletrotécnica e professor catedrático no Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática da UA, departamento do qual foi diretor entre fevereiro de 2015 e fevereiro de 2018, altura em que abdicou do cargo para apresentar a sua candidatura à reitoria.

O novo reitor apresentou-se ao Conselho com um programa assente na valorização dos membros da comunidade académica, que aposta na interdisciplinaridade, interligação e capacitação da investigação, bem como no aprofundamento da relação entre a UA e a região.

No final da votação do Conselho Geral, Paulo Jorge Ferreira manifestou "entusiasmo pelo projeto UA", "grande gratidão perante uma comunidade que acreditou, que foi fonte de inspiração e força", e "responsabilidade, acrescida pela dificuldade da tarefa", que encara com confiança.

"Não é confiança em mim, mas sim na comunidade. Sinto que há muita gente pronta a ajudar e tudo farei para estar à altura das expectativas", disse.

MSO // MSP

Lusa / Fim

+ notícias: Política

Ministro diz que Traje à Vianesa tem condições para ser candidato a património mundial

O ministro da Cultura afirmou este sábado, em Viana do Castelo, onde marcou presença no cortejo da Romaria d' Agonia, que o Traje à Vianesa "tem todas as condições" para integrar a lista indicativa de Portugal a Património Mundial.

Governo decreta dispensa de trabalhadores que sejam bombeiros nos distritos em alerta

O Governo determinou esta sexta-feira a dispensa de funcionários públicos e do setor privado que sejam ao mesmo tempo bombeiros nos distritos em alerta vermelho "face ao significativo agravamento do risco de incêndio florestal".

BE quer aproximar salários dos trabalhadores aos dos gestores

O Bloco de Esquerda (BE) quer diminuir a desigualdade salarial entre os gestores e os trabalhadores da mesma empresa em Portugal, avançando com um projeto de lei que abre a porta à fixação de rácios.

Atualizado 18-08-2018 11:50

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Olá Maria!

Trend(i) - diferentes tipos de bolsas...

N'Agenda

Exposição 'Amor com amor...