Jornal Diário Jornal das 13

Mais de 100 comboios suprimidos entre as 00:00 e as 08:00 devido a greve

Mais de 100 comboios suprimidos entre as 00:00 e as 08:00 devido a greve
| País
Porto Canal com Lusa

Mais de cem comboios foram suprimidos entre as 00:00 e as 08:00 de hoje devido à greve dos trabalhadores da Infraestruturas de Portugal (IP) por aumentos salariais, disse à Lusa uma fonte da CP – Comboios de Portugal.

“Num dia normal teriam circulado, até às 08:00, 266 comboios, mas devido à greve da IP realizaram-se 110 em todo o país”, segundo a mesma fonte.

No que diz respeito aos serviços mínimos, a fonte da CP adiantou que se realizaram quase todos, com exceção de quatro.

Quanto à Fertagus (comboio da Ponte 25 de Abril), uma fonte contactada pela Lusa disse que estão a ser realizadas 25% das ligações, mas a circulação estava muito afetada cerca das 08:00.

A mesma fonte remeteu mais informação para o final da manhã.

Também o coordenador da Fectrans – Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações, José Manuel Oliveira, disse cerca das 08:30 à Lusa que a adesão ao protesto “está a ser elevada”.

“Entre as 00:00 e as 08:00 a adesão foi elevada. Só estão ao serviço os trabalhadores dos serviços mínimos decretados”, disse, remetendo para o final da manhã dados mais concretos.

Os trabalhadores da Infraestruturas de Portugal fazem hoje uma greve para reclamar aumentos salariais de cerca de 4%, o que deverá causar "fortes perturbações e supressões" na circulação de comboios, estando salvaguardadas 25% das ligações em Lisboa e no Porto.

Os serviços mínimos definidos preveem 25% da circulação em Lisboa e no Porto, em horário normal e nos serviços Alfa, Intercidades e Internacionais, bem como no comboio da Ponte 25 de Abril (Fertagus).

José Manuel Oliveira, coordenador da Fectrans - Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações, explicou anteriormente à agência Lusa que a paralisação foi convocada porque os trabalhadores das empresas do grupo IP não têm qualquer aumento desde 2009 e consideram que não podem esperar pelo final da negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).

Os sindicatos reivindicam um aumento imediato na ordem dos 4%, que garanta um mínimo de 40 euros a cada trabalhador.

Segundo a decisão do Tribunal Arbitral, nomeado pelo Conselho Económico e Social, disponível na página desta entidade, a definição de serviços mínimos para a IP, decidida por unanimidade, contempla disponibilização de canal para a realização de circulações, como os comboios urbanos de Lisboa e Porto, correspondente a cerca de 25% da realização em horário normal.

Fica também decidida a criação de condições para a realização de 25% das ligações regionais e dos comboios Alfas, Intercidades e Internacionais.

Para os clientes que tenham bilhetes adquiridos para viajar em comboios dos serviços Alfa Pendular, Intercidades e Regional que não se realizem devido à greve, a CP informou que vai permitir o reembolso do valor total ou a revalidação para outro dia ou comboio.

Também a Fertagus anunciou que vai garantir a oferta de 25% dos habituais comboios da ligação ferroviária na ponte, percentagem definida para serviços mínimos em dia de greve.

+ notícias: País

Enfermeiros fazem mais seis dias de greve em outubro se Governo não ceder

Os sindicatos dos enfermeiros dão ao Governo até 04 de outubro para responder às suas reivindicações ou avançarão para mais seis dias de greve durante as três primeiras semanas do mês, afirmou hoje a porta-voz das quatro estruturas.

Professores entregam pré-aviso de greve para o inicio de outubro

Dez estruturas sindicais de professores entregaram hoje um pré-aviso de greve para a primeira semana de outubro, para exigir que nove anos, quatro meses e dois dias de trabalho sejam contabilizados na progressão de carreira.

Autoridade Marítima alerta para cuidados a ter em praias não vigiadas

A Autoridade Marítima Nacional (AMN) alertou esta sexta-feira para os cuidados que os banhistas devem ter em praias não vigiadas e anunciou um reforço do patrulhamento no próximo fim de semana, devido à previsão de altas temperaturas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.