Jornal Diário Jornal das 13

Fernando Negrão foi declarado eleito líder parlamentar do PSD com 39,7% dos votos

Fernando Negrão foi declarado eleito líder parlamentar do PSD com 39,7% dos votos
facebook
| Política
Porto Canal com Lusa

O deputado Fernando Negrão conseguiu hoje apenas 39,7% dos votos para a liderança parlamentar do PSD, correspondente a 35 votos favoráveis, 32 brancos e 21 nulos, tendo votado 88 dos 89 parlamentares sociais-democratas.

"Foi eleito o deputado Fernando Negrão para líder do grupo parlamentar com 39,7%", refere a ata da eleição lida pela assessora do grupo parlamentar do PSD.

Apenas o deputado Pedro Pinto não votou, tal como já tinha admitido na reunião do grupo em que foram anunciadas eleições antecipadas.

Fernando Negrão foi o único candidato à sucessão de Hugo Soares, que convocou eleições antecipadas para a liderança parlamentar depois de o novo presidente do PSD, Rui Rio, lhe ter transmitido a vontade de trabalhar com outra direção de bancada.

Negrão apresentou uma lista de apenas sete vice-presidentes, contra os 12 anteriores, cinco dos quais foram apoiantes de Rui Rio.

Hugo Soares tinha sido eleito líder parlamentar em 19 de julho do ano passado com 85,4% de votos, correspondentes a 76 votos favoráveis, 12 votos brancos e um nulo.

+ notícias: Política

Marcelo Rebelo de Sousa diz que "seria estranho" era ausência de protestos a um mês do Orçamento

O Presidente da República considerou hoje naturais protestos como os dos taxistas e dos enfermeiros, dizendo que "o que seria estranho" era que vários setores não se manifestassem a um mês da apresentação do Orçamento do Estado.

Conselho de Ministros aprovou mais quatro diplomas setoriais da descentralização

O Conselho de Ministros aprovou hoje mais quatro diplomas setoriais da transferência de competências para autarquias e entidades intermunicipais, nas áreas da proteção civil, proteção e saúde animal e segurança dos alimentos, habitação e estruturas de atendimento ao cidadão.

Direção-Geral da Educação retira das escolas questionário com perguntas discriminatórias

A Direção-Geral da Educação já mandou retirar das escolas o inquérito considerado racista que foi distribuído em pelo menos duas escolas do Porto. Em causa está um questionário com perguntas discriminatórias, referentes à ascendência dos alunos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.