Jornal Diário Jornal das 13

Tiroteio em escola dos Estados Unidos causa pelo menos 20 feridos

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Florida, Estados Unidos, 14 fev (Lusa) -- Pelo menos 20 pessoas ficaram feridas num tiroteio que ocorreu hoje numa escola da Florida, nos Estados Unidos, segundo informação dos meios de comunicação no local, que não revelam a gravidade dos ferimentos.

As autoridades ainda não confirmaram o número oficial de feridos, nem a sua gravidade, existindo informações de que podem existir mais de 20 nesta ocorrência.

Um porta-voz da polícia do condado de Broward afirmou que uma equipa das operações especiais está na escola, que foi encerrada, com os estudantes e restante comunidade educativa a abandonarem as instalações.

Uma mensagem divulgada nas redes sociais pelo gabinete do xerife do condado de Broward refere que o "atirador ainda não foi preso".

Várias ambulâncias, veículos dos bombeiros e carros da polícia estão esta noite na escola Marjory Stoneman Douglas, em Parkland, na Florida.

"Estamos a acompanhar a evolução desta terrível situação no condado de Broward, na Florida, com relatos de tiroteio na escola", disse o senador da Florida, Marco Rubio.

A Casa Branca, em comunicado, refere que o Presidente, Donald Trump, está "atento e a seguir de perto" o tiroteio na escola da Florida, acrescentando que os seus "pensamentos e orações" estão com os afetados.

AJO // ARA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Morreu Aretha Franklin aos 76 anos

A cantora norte-americana Aretha Franklin, considerada a "Rainha da Soul", morreu hoje, aso 76 anos, anunciou o seu agente.

Procuradora-geral do Brasil impugna candidatura presidencial de Lula da Silva

A procuradora-geral do Brasil, Raquel Dodge, enviou na quarta-feira ao Tribunal Superior Eleitoral do Brasil uma impugnação contra a candidatura presidencial de Lula da Silva, oficializada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), informaram fontes oficiais.

Balanço de mortos na queda da ponte em Itália sobe para 38

O balanço da queda de uma ponte na terça-feira na autoestrada 10 (A10), em Génova, norte da Itália, subiu para 38 mortos e há vários desaparecidos, disse hoje o ministro do Interior, Matteo Salvini.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Olá Maria!

Trend(i) - diferentes tipos de bolsas...

N'Agenda

Exposição 'Amor com amor...