Info

Várias vítimas em tiroteio em escola dos Estados Unidos

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Florida, Estados Unidos, 14 fev (Lusa) -- Um tiroteio numa escola da Florida, nos Estados Unidos, causou hoje várias vítimas, anunciou o gabinete do xerife do condado de Broward, sem divulgar números, segundo a imprensa local.

De acordo com imagens divulgadas pelo canal de televisão NBC6, pelo menos uma pessoa foi vista a ser retirada da escola numa maca e colocada numa ambulância, enquanto muitas outras estão a abandonar o local.

Uma mensagem divulgada nas redes sociais pelo gabinete do xerife refere que o "atirador ainda não foi preso", não existindo também um número oficial de vítimas da ocorrência.

A polícia apenas refere que existem "relatos de várias vítimas no local"

Várias ambulâncias, veículos dos bombeiros e carros da polícia estão esta noite (20:40 em Lisboa) na escola Marjory Stoneman Douglas, em Parkland, na Florida.

"Estamos a acompanhar a evolução desta terrível situação no condado de Broward, na Florida, com relatos de tiroteio na escola", disse o senador da Florida, Marco Rubio.

AJO // ARA

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Estado Islâmico reivindica autoria dos atentados no Sri Lanka

O grupo 'jihadista' Estado Islâmico reivindicou hoje a autoria dos atentados suicidas no Sri Lanka contra igrejas e hotéis de luxo, que causaram no domingo a morte de mais de 300 pessoas.

Dados oficiais elevam para 207 número de mortos nas explosões no Sri Lanka

O balanço do número de mortos da série de explosões esta manhã em quatro hotéis, três igrejas e um complexo residencial no Sri Lanka é agora de 207 vítimas e 450 feridos, segundo dados oficiais.

Um português entre os mortos nas explosões no Sri Lanka

A cônsul de Portugal em Colombo, Preenie Pine, disse hoje à Lusa que existe um português entre as vítimas mortais das explosões que ocorreram em três igrejas e três hotéis no Sri Lanka.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.