Info

Eduardo Cabrita diz que novas armas, viaturas e obras tornam 2018 "ano de mudança" para polícias

Eduardo Cabrita diz que novas armas, viaturas e obras tornam 2018 "ano de mudança" para polícias
| Política
Porto Canal com Lusa

O ministro da Administração Interna afirmou esta quarta-feira que 2018 vai ser um "grande ano de mudança" nos equipamentos das forças de segurança, com pelo menos 200 novas viaturas e dezenas de obras de construção e requalificação à espera de começar.

Eduardo Cabrita, que falava à Lusa à margem de uma audição no parlamento, disse que as 200 novas armas que irão para a PSP, como noticia hoje o Jornal de Notícias, fazem parte da atualização de "armamento de uso pessoal" para as polícias terem "mecanismos para responder a ameaças mais sofisticadas".

O ministro salientou que "não existe nenhuma ameaça específica de terrorismo", mas defendeu que para Portugal continuar a ser "um dos países mais seguros do mundo", é preciso "continuar ativamente a investir neste domínio".

Assim, no segundo semestre este ano deverão ser entregues "mais de 200 viaturas de patrulha às forças de segurança", e em 2019 "mais de 500 viaturas", ao cabo do maior concurso de aquisição de viaturas já feito, em que o investimento de um milhão de euros em 2017 passará para "11 milhões previstos no Orçamento de Estado".

No âmbito da Lei de Programação de Instalações e Equipamentos das Forças de Segurança deverão arrancar entre este e o próximo ano mais de cinquenta obras, quer de construção quer de renovação, que já estão em projeto.

O ministro lembrou que esta semana foram anunciados 10 mil novos equipamentos de proteção individual para as forças de segurança, uma área em que se vai "triplicar o investimento relativamente a 2016".

+ notícias: Política

Catarina Martins enaltece passes mais baratos e pede mais transportes

A coordenadora do BE, Catarina Martins, elogiou este domingo a medida orçamental negociada com o Governo para a descida do preço dos passes de transportes públicos, mas defendeu que deve ser acompanhada de mais investimento para haver mais meios disponíveis.

Assunção Cristas lamenta desinteresse de Costa por setor da saúde "em rutura"

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, lamentou este sábado e o desinteresse do chefe do Governo pelo setor da saúde, descrevendo-o como "em rutura" devido à "austeridade escondida", numa conferência sobre o tema organizada pelo partido na sede de Lisboa.

Governo identifica quase duas centenas de pedreiras em situação crítica

O Governo identificou em 13% das pedreiras que dependem do Estado central, ou seja, 191 casos, "situações críticas", de acordo com o primeiro levantamento exaustivo das maiores pedreiras existentes em Portugal continental, a que o Expresso teve acesso.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.