Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

APAV lança hoje campanha sobre violência no namoro

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 14 fev (Lusa) -- A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) lança hoje, quando se assinala o Dia dos Namorados, uma nova campanha sobre a violência no namoro, com particular enfoque nas novas tecnologias.

Segundo a APAV, esta nova campanha de sensibilização, dirigida a um público jovem e com particular enfoque nas novas tecnologias, tem como mensagem principal "Dá o clique, fala com a APAV".

A campanha resulta de uma parceria com o INP - Instituto Superior Novas Profissões e foi desenvolvida por um grupo de alunos do curso de Relações Públicas e Publicidade.

"A violência no namoro acontece quando, no contexto das relações de namoro, um dos parceiros (ou mesmo ambos) recorre à violência com o objetivo de se colocar numa posição de poder e controlo", explica a APAV.

A associação sublinha ainda que a violência no namoro "pode assumir diferentes formas: verbal, psicológica, física e/ou sexual".

A APAV manifesta-se disponível para apoiar as vítimas, através da Linha de Apoio à Vítima (116 006, chamada gratuita), Messenger (Facebook), videochamada (user Skype: apav_lav) e através da rede nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima.

Segundo dados revelados na terça-feira pelo jornal Público, o Observatório da Violência no Namoro recebeu em 10 meses 128 denúncias de vítimas e de testemunhas de violência no namoro e mais de metade dos casos reportam violência física.

De acordo com dados do Estudo Nacional sobre Violência no Namoro, feito em contexto universitário e que vai ser hoje apresentado, mais de metade dos inquiridos foi vítima deste tipo de violência e 37% admite tê-la já praticado.

Dos mais de 1.800 jovens universitários que responderam, "um quinto das raparigas já foi controlada em aspetos que têm de ver com a sua imagem física ou com os lugares que frequentam e 8% já foram obrigadas a ter comportamentos sexuais não desejados".

SO // SB

Lusa/fim

+ notícias: País

DGS recomenda aos portugueses que se vacinem contra o sarampo

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomendou hoje aos portugueses que se vacinem contra o sarampo, lembrando que é a “melhor forma” de evitar esta doença contagiosa, que pode ser grave e até mortal.

Atividade gripal mantém-se com baixa intensidade

A atividade gripal mantém-se em níveis epidémicos, com baixa intensidade, e a proporção de consultas médicas nos cuidados primários por este motivo tem descido, de acordo com o último Boletim de Vigilância Epidémica da Gripe.

Cerca de 100 crianças metem as mãos na terra para reflorestar Tondela

Cerca de 100 crianças do 1º ciclo participaram num ação de reflorestação no Monte de São Marcos em Tondela, uma das áreas mais atingidas pelos incêndios e plantaram várias árvores entre pinheiros mansos e medronheiros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.