Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Mercedes vai chamar à revisão mais de 20 mil veículos na China

| Economia
Porto Canal com Lusa

Pequim, 14 fev (Lusa) - O construtor automóvel alemão Mercedes-Benz e a sua joint-venture chinesa Beijing Benz Automotive vão chamar à revisão 20.779 veículos na China, devido a cintos de segurança defeituosos, informaram hoje as autoridades encarregadas do controlo de qualidade.

A Beijing Benz Automotive vai fazer a revisão de um total de 18.893 automóveis Classe C e GLC, fabricados entre outubro de 2016 e fevereiro de 2017, detalhou a Administração-Geral de Supervisão da Qualidade, Inspeção e Quarentena do país, citada pela televisão estatal CCTV.

A Mercedes-Benz China fará a revisão de 1.886 automóveis desportivos importados Classe S, Classe C e GLC, fabricados entre julho e dezembro de 2016.

As autoridades chinesas referiram que os cintos de segurança podiam não funcionar em caso de acidente, o que supõe um risco para a segurança do condutor.

As revisões, realizadas gratuitamente, vão começar a 9 de março.

JPI //RBF

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Empresa têxtil de Barcelos quer entrar na Ricon

A Valérius Textêis, uma empresa de Barcelos, poderá adquirir uma unidade de produção da Ricon, que entrou em insolvência. Os responsáveis da Valérius Textêis estarão ao que tudo indica interessados em aproveitar alguns trabalhadores e material da Ricon para expandir o negócio.

Tripulantes de cabine da Ryanair marcam greve para 29 de março, 01 e 04 de abril

Os tripulantes de cabine da Ryanair anunciaram hoje que vão estar em greve nos dias 29 de março, 01 e 04 de abril, exigindo o cumprimento da legislação laboral.

Desemprego registado cai 16% em janeiro em termos homólogos e sobe 2,9% face a dezembro

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego baixou 16% em janeiro, face a igual mês de 2017, para 415.539 pessoas, subindo 2,9% (11.768) face ao mês anterior, segundo dados divulgados esta quarta-feira pelo IEFP.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.