Info

Profissionais do Hospital de São João agredidos por grupo que tentou atropelar polícia

| Norte
Porto Canal com Lusa

A PSP participou ao Ministério Público um caso de agressões a profissionais da urgência do Hospital de São João, no Porto, e posterior tentativa de atropelamento do polícia que procurava deter os envolvidos, disse esta quarta-feira fonte do Comando Metropolitano.

Atualizado 14-02-2018 17:46

Falando à agência Lusa, o oficial de serviço na PSP do Porto contou que cerca de dez pessoas estiveram envolvidas nos desacatos mas só duas foram identificadas.

Trata-se de uma pessoa que deu entrada na urgência como doente e de outra que ali foi como acompanhante.

O caso registou-se pouco depois das 23:00 de terça-feira.

Na sequência de uma alegada demora de atendimento do doente, foram agredidos dois enfermeiros, um auxiliar e um segurança.

"Um dos enfermeiros necessitou de ficar internado", disse a fonte policial contactada pela Lusa.

O agente da PSP em serviço no posto policial do hospital tentou fazer detenções e chegou mesmo a concretizar disparos de intimidação, para o ar, mas não evitou a fuga dos envolvidos.

Chegaram mesmo a tentar atropelá-lo.

A PSP destacou para o local várias reforços.

+ notícias: Norte

GNR detém três homens e apreende drogas e armas em Viana do Castelo

Mais de meia centena de militares da GNR cumpriram 16 mandados de busca em Viana do Castelo e a operação resultou na detenção de três homens por posse de droga e armas, anunciou hoje fonte policial.

GNR detém quatro suspeitos de tráfico de droga e apreende 8.500 doses em Santo Tirso

A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou este sábado que deteve quatro homens em Santo Tirso (Porto) pertencentes "a uma rede organizada de tráfico de droga" que abastecia Valongo, Amarante e Marco de Canaveses (Porto), e apreendeu 8.500 doses de droga.

Dois feridos e habitação destruída num incêndio numa "ilha" do Porto

Um homem e uma mulher sofreram este sábado ferimentos por queimaduras e inalação de fumos na sequência de um incêndio que destruiu uma casa de uma "ilha" do Porto (habitação de origem operária, típica da cidade), disse fonte dos Bombeiros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.