Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

"Pacote suspeito" encontrado em Westminster não era perigoso

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Londres, 13 fev (Lusa) -- A polícia britânica indicou que o "pacote suspeito" detetado hoje no Palácio de Westminster, sede do parlamento londrino, continha um pó branco "não perigoso".

O primeiro alerta foi dado às 11:36 de hoje, informou a polícia, que fechou o escritório onde foi detetado o pacote, mas permitiu que se continuasse com as atividades habituais no resto do parlamento.

A imprensa local descreveu cenas de "preocupação" perante a forte presença policial junto a Westminster, apesar de estarem poucos deputados no edifício, dado que a Câmara dos Comuns e dos Lordes se encontram fechadas estes dias para descanso.

"A polícia metropolitana [de Londres] investigou hoje um pequeno pacote que continha um pó branco nas dependências do parlamento. Concluiu-se que o pó não era perigoso", indicou a Scotland Yard.

A 22 de março do ano passado, o parlamento britânico interrompeu de forma urgente a sua sessão e fechou as entradas e saídas durante várias horas, quando um terrorista fez um ataque frente ao palácio de Westminster.

O atacante, que matou cinco pessoas, inclusive um dos polícias locais que asseguravam segurança no parlamento, foi morto a tiro quando tentava aceder ao edifício.

RCP // ROC

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Sismo de magnitude 6 na escala de Richter no sul do México

Um sismo de magnitude 6 na escala de Richter com epicentro no estado de Oaxaca, no sul do México, surpreendeu esta segunda-feira de madrugada os mexicanos, que já na sexta-feira tinham sido afetados por um abalo de 7,2.

Dezoito reféns libertados e três reclusos baleados em motim em prisão brasileira

Dezoito reféns foram libertados e três reclusos baleados numa operação policial na sequência de um motim numa prisão no estado do Rio de Janeiro, no Brasil, informa o portal de notícias da Globo, G1.

Acidente de avião no Irão mata 66 pessoas

O acidente de avião ocorrido este domingo de manhã no sul do Irão matou todas as 66 pessoas a bordo, informou o porta-voz da Aseman Airlines.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.