Info

Governo espera que três Kamov estejam operacionais para dispositivo de combate a fogos

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 13 fev (Lusa) -- O Ministério da Administração Interna (MAI) estima que os três helicópteros Kamov estejam operacionais para integrar o dispositivo de combate a incêndios florestais, mas neste momento estão todos parados.

Dos seus helicópteros pesados do Estado, um está acidentado desde 2012, outros dois estão para reparação desde 2015 e os restantes três Kamov que têm estado aptos para voar estão também parados, dois para manutenção e um por "ausência de certificação".

Numa resposta enviada à agência Lusa, o MAI explica que dois Kamov estão "a realizar a grande manutenção dos 10 anos" e o terceiro está operacional, "apesar de indisponível por ausência de certificação de um componente pela autoridade aeronáutica" e deverá iniciar este mês "a grande manutenção" dos 10 anos.

O Ministério da Administração Interna refere também que estes três Kamov "deverão estar operacionais para o dispositivo de combate aos incêndios".

Quanto à reparação dos dois helicópteros inoperacionais desde 2015, o MAI adianta que o arranjo faz parte do objeto do grupo de trabalho criado entre os ministérios da Administração Interna e da Defesa Nacional para trabalhar na transição da gestão e controlo dos meios aéreos de combate a incêndios para a Força Aérea.

Estes dois helicópteros do Estado já não integraram o dispositivo de combate a incêndios florestais nos três últimos anos.

CMP // VM

Lusa/Fim

+ notícias: País

Profissionais da ASAE exigem consultas de medicina em falta há quatro anos

O Sindicato Nacional dos Profissionais da ASAE (SNP-ASAE) defendeu este domingo a realização das consultas de medicina do trabalho a estes funcionários ainda no primeiro trimestre de 2019.

Polícia apreende 400 quilos de cocaína e detém oito pessoas em Portugal e Espanha

Oito pessoas foram detidas no norte de Portugal e na Galiza pelas autoridades dos dois países, que apreenderam 400 quilos de cocaína, segundo a agência de notícias espanhola, citando uma fonte da subdelegação do governo em Pontevedra.

Incêndio numa habitação na Covilhã provoca um ferido

Uma pessoa ficou ferida devido a um incêndio que deflagrou este domingo numa habitação, na Covilhã, informou o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Castelo Branco.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.