Info

Governo de Malta diz que ministro espanhol "provavelmente" substituirá Vítor Constâncio no BCE

| Política
Porto Canal com Lusa

Roma, 12 fev (Lusa) -- O ministro das Finanças de Malta, Edward Scicluna, considerou hoje que o seu homólogo espanhol, Luis de Guindos, "provavelmente" ganhará a vice-presidência do Banco Central Europeu (BCE), com apoio socialista, sucedendo a Vítor Constâncio.

"Ambos [Luis de Guindos e o governador do Banco Central da Irlanda, Philip Lane] merecem o lugar, mas o Partido Popular Europeu tem demonstrado [uma posição] muito firme, em conjunto com os socialistas, para chegar a esse posto e Luis de Guindos é desse partido", disse, citado pela Bloomberg, Edward Scicluna.

Para Scicluna, o ministro espanhol tem feito um trabalho "muito bom", de tal forma que os socialistas estão a "ver com bons olhos" a nomeação do ministro espanhol.

Luis de Guindos e Philip Lane estarão, esta quarta, perante os eurodeputados da Comissão de Economia do Parlamento Europeu. No dia 20 de fevereiro, está previsto que os ministros da economia da zona euro elejam o novo vice-presidente do BCE, que vai suceder ao português Vítor Constâncio.

Os líderes da União Europeia têm até ao dia 22 de março para dar a sua aprovação final.

Também o primeiro-ministro de Portugal, António Costa, e o ministro das Finanças da Eslováquia, Peter Kazimir, já afirmaram publicamente que apoiam o candidato espanhol.

Em 7 de fevereiro, o comissário europeu para os Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, notou, durante uma conferência de imprensa, que o ministro espanhol é um "homem de grande qualidade" e sublinhou que tem trabalhado "muito bem" com ele.

PE // ATR

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Remodelação no Governo com novos ministros das Infraestruturas e Habitação, Presidência e Planeamento

O primeiro-ministro fez este domingo uma remodelação no Governo promovendo três secretários de Estado a ministros, Mariana Vieira da Silva para a Presidência, Pedro Nuno Santos para as Infraestruturas e Habitação, e Nelson de Souza para o Planeamento.

Catarina Martins diz que PS, PSD e CDS utilizam Europa para "travar" direitos laborais

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, acusou este domingo o PS, PSD e CDS-PP de utilizarem a União Europeia (EU) “como desculpa sempre que querem travar” conquistas laborais para todos os que vivem do seu trabalho.

Autarcas lamentam falta de apoios financeiros do Governo após tempestade Leslie

Autarcas socialistas do distrito de Coimbra lamentam a inexistência de apoios financeiros quatro meses após a tempestade Leslie e garantem que a resolução do Conselho de Ministros que previa aquelas ajudas continua por cumprir.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.