Info

Estoril Praia espera ter bancada do estádio disponível para os próximos jogos

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Estoril, Lisboa, 26 jan (Lusa) - O presidente do Estoril Praia, Alexandre Faria, acredita que o clube poderá utilizar nos próximos jogos da I Liga de futebol a bancada interditada pela Liga na sequência das fissuras detetadas no desafio com o FC Porto.

Em declarações à agência Lusa, o líder estorilista admite que "ainda é precoce" para assumir conclusões definitivas sobre o final das obras recomendadas pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), depois das vistorias efetuadas ao Estádio António Coimbra da Mota desde o dia 15 de janeiro, mas refere que "as obras já estão em curso" no recinto.

"Ainda hoje [quinta-feira] os técnicos do LNEC estiveram a concluir alguns estudos geológicos. Não é a bancada que está em causa, é o acesso à bancada que carece de intervenção. A dúvida que existe é mesmo o prazo de conclusão para as obras. A vontade é que já esteja tudo pronto para o jogo com o Sporting, no dia 04 de fevereiro", explica.

Antes desse encontro, referente à 21.ª jornada, o Estoril recebe ainda na ronda anterior o Tondela, numa partida marcada para a próxima terça-feira (19:00). Sem se comprometer já com a utilização da bancada norte, Alexandre Faria diz que a possibilidade de o jogo não se realizar no Estádio António Coimbra da Mota não está sequer em causa.

"O LNEC, a Câmara Municipal de Cascais e a Liga, juntamente connosco, vão continuar a acompanhar o processo e depois, todos juntos, iremos tomar uma posição [sobre a utilização da bancada]", acrescenta.

De acordo com o parecer preliminar do LNEC, publicado na passada sexta-feira, a área interior - onde foram registados maiores danos - é "uma estrutura independente" da bancada e considerou, por isso, que a segurança "não foi comprometida". Contudo, o relatório deixou também recomendações de melhorias a efetuar e defendeu um "melhor apuramento" das razões dos estragos detetados.

O desafio entre o Estoril Praia e o FC Porto foi interrompido ao intervalo, quando o marcador estava 1-0 a favor dos estorilistas. Como consequência, a Liga declarou a interdição da bancada. Entretanto, a segunda parte do encontro vai ser disputada no dia 21 de fevereiro.

JYGO // VR

Lusa/Fim

+ notícias: Desporto

Procuradoria Geral da República já andava 'em cima' da claque do Vitória Sport Clube

A Procuradoria Geral da República já tinha sobre vigia a claque do Vitória Sport Clube. No início de janeiro o Porto Canal acompanhou, em exclusivo, o trabalho da equipa de magistrados num jogo frente ao SL Benfica.

Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto não tem divulgado todas as decisões condenatórias conforme prevê a lei

A Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto não tem divulgado todas as decisões condenatórias conforme prevê a lei. O organismo responsabiliza a Comissão Nacional de proteção de dados, que contactada pelo Porto Canal diz que não existe qualquer troca de informações entre as entidades.

Conselho de Disciplina abre processo disciplinar ao Vitória de Guimarães

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou hoje a abertura de um processo disciplinar ao Vitória de Guimarães, devido a insultos racistas ao futebolista maliano do FC Porto Moussa Marega.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.