Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Número de mortos num incêndio em Tondela sobe para oito

Número de mortos num incêndio em Tondela sobe para oito
| País
Porto Canal com Lusa

O número de mortos num incêndio este sábado à noite numa associação em Vila Nova da Rainha, concelho de Tondela, subiu para pelo menos oito, disse à Lusa fonte da GNR.

O incêndio ocorreu durante um jantar numa associação recreativa naquela localidade, causando ainda pelo menos 36 feridos, entre graves e ligeiros, de acordo com o oficial de operações da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) Paulo Santos.

Segundo o mesmo responsável, O alerta foi dado às 20:51 e pelas 21:50 o fogo foi dado como extinto.

Pelas 23:00, estavam no local 173 operacionais, apoiados por 67 veículos e dois meios aéreos (um helicóptero do INEM e outro da Força Aérea que estão a fazer transporte de feridos para os hospitais).

O presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus, considerou a situação "muito crítica".

"Há muitas vítimas a serem atendidas, algumas já transportadas para os hospitais. São várias dezenas de feridos. Felizmente, os meios foram acionados rapidamente, mas isto é quase uma situação de catástrofe", sublinhou o autarca.

De acordo com José António Jesus, a explosão ocorreu numa associação recreativa, que tem umas instalações com dois pisos.

"Há muitos feridos com queimaduras e outros com problemas decorrentes do fumo", concluiu.

Entretanto, o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social ativou a Linha Nacional de Emergência Social através do número gratuito 144.

+ notícias: País

Homem matou a mulher e tentou suicidar-se em Sever do Vouga

Um homem de 69 anos matou a mulher de 66 anos e tentou cometer suicídio, esta terça-feira de manhã, na residência do casal, em Silva Escura, Sever do Vouga, disse à Lusa fonte da GNR.

Associação Zero acusa Governo de manipular dados da reciclagem

A associação ambientalista Zero acusou esta terça-feira o Governo de manipular os dados dos resíduos urbanos, declarando como recicladas quase 270 mil toneladas que foram para aterros, recebendo assim mais dinheiro e apresentando um melhor desempenho.

Atualizado 16-01-2018 16:21

Combustão de resíduos da antiga mina do Pejão "não representa alarme" segundo empresa

A empresa EDM comunicou esta terça-feira que a combustão de resíduos das antigas minas do Pejão, em Castelo de Paiva, que ocorre desde outubro, "não representa no imediato um motivo de alarme para a população".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.