Jornal Diário Jornal das 13

Tondela: Dezenas de ambulâncias no local e ainda muitas a chegar

| País
Porto Canal com Lusa

Tondela, Viseu, 13 jan (Lusa) -- Dezenas de ambulâncias estavam às 22:50 de hoje na rua principal de Vila Nova da Rainha, no concelho de Tondela, onde ocorreu uma explosão que terá provocado seis mortos, segundo a GNR.

A presença de muitos populares no local, assim como de efetivos da Proteção Civil, assinalam também este incidente, que, além dos mortos, provocou dezenas de feridos.

As ambulâncias, constatou igualmente a Lusa, continuam a chegar o local.

A estrada principal está cortada ao trânsito a cerca de dois quilómetros da associação recreativa aonde ocorreu a explosão.

Entretanto, o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social recordou estar disponível a Linha Nacional de Emergência Social através do número gratuito 144.

A explosão de uma caldeira de aquecimento num centro recreativo em Vila Nova da Rainha, concelho de Tondela, distrito de Viseu, provocou seis mortos e dezenas de feridos, de acordo com a GNR.

O presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus, considerou hoje como "muito crítica" a situação decorrente de uma explosão de uma caldeira numa associação recreativa naquele município.

AMF/SSS/JF/SS/JRS // JPF

Lusa/Fim

+ notícias: País

Greve do enfermeiros com adesão nacional entre 75% e 80%

A adesão à greve dos enfermeiros situa-se, hoje de manhã, entre os 75% e os 80%, segundo o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, que admite aumentar os números depois de apurados os dados de algumas grandes instituições.

Associações que representam os taxistas vão ser recebidas na segunda-feira na Presidência da República

As associações que representam os taxistas, que estão pelo segundo dia consecutivo em protesto contra a entrada em vigor da lei das plataformas eletrónicas, vão ser recebidas na segunda-feira no Palácio de Belém, disse hoje fonte da Presidência.

Investigadores em Portugal fazem descoberta sobre mecanismos de defesa do parasita da malária

Uma equipa de investigadores em Portugal descobriu que o parasita malária e a bactéria 'E.coli' evitam a sua destruição através da modulação de proteínas recetoras da célula hospedeira.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.