Jornal Diário Jornal das 13

População do Havai recebe falso alerta de ameaça de míssil

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Washington, 13 jan (Lusa) - A população do Havai, nos Estados Unidos, recebeu um falso alerta, via telemóvel, de ameaça de um míssil balístico que alegadamente se dirigiria para aquele estado norte-americano.

O alerta foi enviado hoje de manhã para todos os habitantes do Havai, com a informação de que estaria iminente um ataque com um míssil balístico contra aquele território.

Pouco depois, o senador democrata do Havai, Tulsi Gabbard, e a Agência de Gestão de Emergências garantiram, através da rede social Twitter, que o alerta era falso e que não havia qualquer ameaça. O porta-voz do Comando do Pacífico dos Estados Unidos, David Benham, explicou que a mensagem foi enviada por erro.

No entanto, o governador do Havai, David Ige, afirmou que quer mais explicações porque este tipo de incidentes não pode acontecer.

"A população tem de confiar no nosso sistema de alertas de emergência", sublinhou David Ige.

Este episódio aconteceu numa altura de tensão entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, por causa do programa nuclear desenvolvido por Pyongyang.

SS // JPF

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Mais de mil milhões de pessoas em risco devido a falta de refrigeração

Mais de 1,1 mil milhões de pessoas em 52 países enfrentam riscos significativos por falta de acesso a refrigeração, incluindo a morte, segundo uma perita das Nações Unidas.

Justiça alemã extradita Puigdemont, mas apenas por delito de peculato

O tribunal alemão de Schleswig-Holstein decidiu hoje extraditar para Espanha o ex-presidente catalão Carles Puigdemont por um alegado delito de peculato (desvio de fundos), mas não pelo crime de rebelião, segundo a agência Efe.

Tailândia: Todos os rapazes e treinador retirados da gruta

Todos os 12 jovens jogadores de futebol e o treinador que ficaram há duas semanas encurralados numa gruta no norte da Tailândia estão a salvo, segundo as autoridades tailandesas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.