Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Governo mantém proibição de captura de raia entre maio e julho

Governo mantém proibição de captura de raia entre maio e julho
| Política
Porto Canal com Lusa

O Governo permite, a partir de domingo, capturar mais uma tonelada de raia este ano do que em 2017, num total de 15 toneladas, mas mantém a proibição de pesca entre maio e julho, segundo um diploma publicado.

As medidas de gestão para a raia curva (Raja undulata) em 2018 foram publicadas em Diário da República na sexta-feira, em suplemento, e traduzem as novas quotas de pesca acordadas na maratona negocial de 22 horas, em meados de dezembro passado, com os ministros das Pescas dos 28 países da União Europeia que, para Portugal, acordaram uma redução da pesca de carapau (menos 24%) e de pescada (menos 12%) e um reforço noutras espécies, como a raia (mais 15%).

"Face à exiguidade da quota disponível, torna-se necessário fixar um limite de descarga de raia curva por viagem e, ainda, estabelecer um tamanho mínimo e máximo de captura tendo em vista a proteção dos juvenis e das fêmeas reprodutoras da espécie, respetivamente", afirma a ministra do Mar, Ana Paula Mendes Vitorino, na portaria publicada e que entra domingo em vigor.

A captura de raia curva deve ser feita por embarcações autorizadas e as embarcações que não tenham essa autorização só podem descarregar, em cada maré, até um máximo de um exemplar.

Mas este ano, a captura deste exemplar deixa de ter de respeitar o limite de peso total descarregado exigido no ano passado, que não podia exceder os 5,0 kg.

+ notícias: Política

Salvador Malheiro não está preocupado com a polémica da 'carrinha' no dia das eleições do PSD

Salvador Malheiro diz que não está preocupado com o facto de alguns militantes social-democratas terem sido transportados para as urnas por uma carrinha de uma associação local. O caso foi denunciado pelo jornal online Observador, após as eleições diretas do partido. O diretor nacional de campanha de Rui Rio desvaloriza a acusação de caciquismo em Ovar.

Governo e sindicatos da Função Pública discutem esta terça-feira acordo negocial para 2018

Governo e sindicatos da Administração Pública têm esta terça-feira a primeira reunião do ano e vão discutir um acordo para a negociação coletiva, um diploma sobre segurança no trabalho e o processo de descongelamento de carreiras.

Segurança Social prestou 7.400 atendimentos e atribuiu 4ME em apoios às vítimas dos incêndios

A Segurança Social prestou, entre 15 de outubro e 31 de dezembro, quase 7.400 atendimentos às vítimas dos incêndios da região Centro e atribuiu 63 mil euros em apoios imediatos e 3,9 milhões de euros a seis mil agricultores.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.