Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Metro de Lisboa transportou em 2017 mais de 160 milhões de passageiros

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 12 jan (Lusa) -- O Metropolitano de Lisboa transportou em 2017 mais de 160 milhões de passageiros, correspondendo a um crescimento de 5,42% em relação ao ano anterior, divulgou hoje a empresa.

Em comunicado, o Metropolitano de Lisboa adiantou que após um período de recessão económica, em que se assistiu a uma redução da procura deste tipo de transporte, desde 2016 que se tem vindo a verificar um crescimento sustentado de passageiros.

Desta forma, de acordo com os dados, o Metro transportou no ano passado 161.490.266 passageiros.

A empresa divulgou ainda que as vendas de cartões Viva Viagem mantiveram também a tendência de crescimento, com um aumento de 760.653 cartões, correspondendo a uma variação positiva de 13,53% face ao período homólogo de 2016.

Com 6.384.010 cartões Viva Viagem vendidos em 2017, o Metropolitano de Lisboa avança que foram vendidos nas máquinas automáticas 5.090.135 títulos.

RCP // MCL

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Banco espanhol BBVA vai passar a sucursal em Portugal

O BBVA Portugal vai passar de filial a sucursal, segundo informação disponível no 'site' do grupo, em que refere que este continua a ser "um mercado muito importante" e que o objetivo é dar à operação maior capacidade de gestão.

Gestmin reforça posição nos CTT e passa a deter 12,17% do capital social

Lisboa, 17 jan (Lusa) - A Gestmin reforçou a posição no capital dos CTT, passando a deter diretamente 12,17% do capital social e dos direitos de voto da empresa, anunciaram hoje os Correios.

Euro mantém-se acima de 1,22 dólares e membros do BCE manifestam preocupação

Lisboa, 17 jan (Lusa) - O euro subiu hoje e manteve-se acima de 1,22 dólares, depois de vários membros do Conselho de Governadores do Banco Central Europeu (BCE) manifestarem preocupação com a recente valorização da moeda europeia.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.