Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Ministério do Ambiente está a acompanhar de perto situação das minas do Pejão

| Política
Porto Canal com Lusa

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, garantiu hoje estar a acompanhar "muito de perto" a situação da combustão de resíduos de carvão nas antigas minas do Pejão, em Castelo de Paiva, verificada desde outubro.

Em declarações aos jornalistas em Tondela, o governante disse que, hoje à tarde, a Empresa de Desenvolvimento Mineiro (EDM), que é responsável pela monitorização das áreas mineiras degradadas, se deslocará ao local e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) "está mais do que alerta para prestar todo o apoio àquilo que vier a ser necessário".

"A existência de fumo não significa existência de poluição", frisou João Pedro Matos Fernandes, acrescentando que "a rede que mede a qualidade do ar não nota qualquer alteração".

O ministro fez uma suposição, admitindo que esta pode, no entanto, não se verificar: "o fumo existe sobretudo quando existe chuva e, por isso, pode ser simplesmente vapor de água".

"Seja como for, estamos a acompanhar a situação muito de perto", garantiu.

Segundo um esclarecimento enviado à agência Lusa pela CCDR-N, a deslocação de técnicos da EDM a Castelo de Paiva ocorre para "dissipar a hipótese da existência de impactos numa escala de âmbito local, envolvente das minas do Pejão".

Este esclarecimento ocorre depois de, na quarta-feira, a Lusa ter pedido informação à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) sobre a situação que se verifica com os resíduos das antigas minas do Pejão, em Pedorido, Castelo de Paiva, distrito de Aveiro.

No local, segundo relatos da população, confirmados à Lusa pelo presidente da Câmara de Castelo de Paiva e pelo presidente da Junta de Freguesia de Pedorido, pode observar-se a combustão de resíduos de carvão, desde 25 de outubro, que terá sido despoletada pelo grande incêndio que lavrou no concelho naquele dia. A combustão é subterrânea, mas os gases expelidos para a atmosfera são visíveis e têm um cheiro intenso a enxofre.

Os autarcas exigem uma solução técnica rápida e eficaz para o problema, depois de as tentativas dos bombeiros para extinguir a combustão, com a utilização de grandes quantidades de água, não terem resultado.

+ notícias: Política

CTT mantêm serviços em 14 localidades onde vão encerrar instalações

Os CTT pretendem avançar com 14 novos pontos de acesso em localidades onde irão encerrar instalações, cuja abertura ainda está a ser negociada com autarquias e entidades comerciais, informou hoje a empresa.

Vieira da Silva diz que "Governo não empurrou a Santa Casa para coisa nenhuma"

O ministro do Trabalho e Solidariedade disse esta quarta-feira que "o Governo não empurrou a Santa Casa para coisa nenhuma" e que o que houve foi uma "sugestão", tendo acrescentando que não há um valor definido para o eventual investimento no Montepio.

Salvador Malheiro não está preocupado com a polémica da 'carrinha' no dia das eleições do PSD

Salvador Malheiro diz que não está preocupado com o facto de alguns militantes social-democratas terem sido transportados para as urnas por uma carrinha de uma associação local. O caso foi denunciado pelo jornal online Observador, após as eleições diretas do partido. O diretor nacional de campanha de Rui Rio desvaloriza a acusação de caciquismo em Ovar.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.