Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Homem de 47 anos morre soterrado em vala em Boticas

| Norte
Porto Canal com Lusa

Um homem de 47 anos morreu hoje, em Sapelos, Boticas, depois de ter ficado soterrado numa vala com cerca de cinco metros de profundidade, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.

O comandante dos bombeiros de Boticas, Carlos Gomes, explicou que a vítima estava a abrir uma vala para transportar água de uma nascente, trabalhos que decorriam na sua propriedade na aldeia de Sapelos, no distrito de Vila Real.

Segundo o responsável, o homem estava dentro da vala, com cerca de cinco metros de profundidade, a compor um tubo, quando a terra deslizou e o soterrou.

Foi necessário recorrer à ajuda de uma máquina para retirar a grande quantidade de terra que caiu para dentro da vala.

O óbito foi declarado pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER).

O alerta foi dado às 12:31 e para o local foram mobilizados 17 operacionais, entre bombeiros, militares da GNR e elementos do INEM.

+ notícias: Norte

Mulher agredida pelo marido com "facadas em todo o corpo" em Bragança

Uma mulher foi esta terça-feira agredida pelo marido em Bragança com facadas "em todo o corpo", encontrando-se hospitalizada nas urgências, informou a PSP, que deteve o alegado agressor.

Atualizado 16-01-2018 18:35

Incêndio destrói casa devoluta e provoca dois feridos ligeiros em Sabugosa, Tondela

Um incêndio destruiu uma habitação devoluta na rua principal de Sabugosa, em Tondela, Viseu, provocando dois feridos ligeiros, apurou esta terça-feira o Porto Canal com fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu.

Atualizado 16-01-2018 18:17

Buraco com sete metros leva ao corte do trânsito em rua no centro Porto

A rua de Santos Pousada, no Porto, está cortada ao trânsito por causa de um buraco com sete metros de profundidade. Os comerciantes falam em prejuízos para o negócio.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.