Info

Raríssimas: Associados devem apresentar listas até 29 de dezembro

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 15 dez (Lusa) -- Os associados da Raríssimas que queiram apresentar listas candidatas à direção e conselho fiscal da associação devem fazê-lo até ao dia 29 deste mês, sendo a Assembleia-Geral da instituição no dia 3 de janeiro.

A Assembleia Geral Extraordinária é convocada depois da demissão da presidente da direção, Paula Brito Costa, na sequência da reportagem da TVI sobre alegadas irregularidades nas contas da Raríssimas, tendo a reportagem apresentado documentos que colocam a agora ex-presidente da associação como suspeita de utilizar fundos da Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) para fins pessoais.

Segundo a convocatória da Assembleia-Geral Extraordinária, a que a agência Lusa teve acesso, "sugere-se aos associados que, estando interessados em apresentar listas, o façam com a brevidade possível e, em qualquer caso, até ao dia 29 de dezembro".

A Assembleia-Geral Extraordinária está marcada para dia 3 de janeiro às 10:00 no salão do quartel da Associação dos Bombeiros Voluntários da Moita, mas antes disso é necessário tempo para preparar os boletins de voto, já que a eleição dos membros é feita por voto secreto.

ARP // HB

Lusa/fim

+ notícias: País

Juízes desmarcam dia de greve em janeiro após retoma de negociações com Governo

A Associação Sindical de Juízes Portugueses (ASJP) desconvocou a greve marcada para 23 de janeiro, após terem sido reatadas as negociações com o Governo sobre as alterações ao Estatuto do Magistrados Judiciais, disse o presidente da ASJP à Lusa.

Um terço dos heliportos hospitalares impedidos de receber voos noturnos

Um terço dos heliportos hospitalares, incluindo o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, estão impedidos de receber voos noturnos de emergência médica por não cumprirem vários requisitos técnicos como a ausência de sinalização luminosa de auxílio à aterragem.

Tribunal marca para 18 de junho leitura do acórdão do processo 'Jogo Duplo'

O Tribunal Central Criminal de Lisboa marcou esta segunda-feira para 18 de junho a leitura do acórdão do processo denominado de 'Jogo Duplo', com 27 arguidos, relacionado com viciação de resultados na II Liga portuguesa de futebol.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS