Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Juncker diz que paragem do processo do Brexit depende dos britânicos

Juncker diz que paragem do processo do Brexit depende dos britânicos
| Mundo
Porto Canal com Lusa

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse hoje que depende do Parlamento e povo britânicos a decisão sobre uma eventual interrupção do processo do 'Brexit'.

Questionado pelos jornalistas sobre a eventualidade de o Reino Unido não chegar a abandonar a União Europeia (UE), Juncker salientou que "isso depende do Parlamento britânico e do povo britânico".

"Não nos compete decidir o que os britânicos têm que fazer", adiantou, em declarações à entrada para o segundo e último dia do Conselho Europeu, com o 'Brexit' na agenda.

Juncker reiterou que o processo de 'divórcio' entre o Reino Unido e a UE é "difícil", elogiando os esforços da primeira-ministra britânica, Theresa May, para se chegar a um acordo sobre a primeira fase das negociações.

Os líderes dos 27 deverão hoje dar o aval para a passagem à segunda fase negocial, seguindo a recomendação nesse sentido da Comissão Europeia.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, referiu já que a segunda fase das negociações em torno do 'Brexit' -- as relações futuras entre UE a 27 e Reino Unido - constituirá "o verdadeiro teste à unidade" dos 27.

+ notícias: Mundo

Político do Kosovo assassinado a tiro na parte sérvia de Mitrovica

Um importante político do Kosovo, Oliver Ivanovic, foi esta terça-feira morto a tiro à entrada da sede do seu partido na parte sérvia de Mitrovica, disseram um responsável do partido e o seu advogado, citados pela France-Presse.

Pelo menos dois mortos e 14 feridos em explosão em Antuérpia

Pelo menos duas pessoas morreram e 14 ficaram feridas na sequência da explosão ocorrida na segunda-feira à noite no centro de Antuérpia, indicaram esta terça-feira os meios de comunicação belgas.

Lista negra de paraísos fiscais lançou "processo construtivo" de mudança - Moscovici

Bruxelas, 16 jan (Lusa) -- O comissário europeu para os Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, referiu hoje que a lista negra de paraísos fiscais -- da qual Macau deverá sair brevemente -- lançou "um processo construtivo" que permitirá a subida para a zona cinzenta.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.