Info

PSD ataca orçamento incorrigível, mas apresenta 75 propostas de alteração

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 14 nov (Lusa) -- O PSD considerou hoje mau e incorrigível o Orçamento de Estado de 2018 do Governo do PS, mas apresentou 75 propostas de alteração ao documento para tentar "mitigar os efeitos mais negativos".

"Estes erros de conceção e de políticas são, no essencial, impossíveis de alterar. Ainda assim, o PSD entende que há um conjunto de matérias que devem ser objeto de propostas de alteração para mitigar os efeitos mais negativos e corrigir erros clamorosos neste Orçamento do Estado", afirmou a ex-ministra das Finanças e deputada social-democrata Maria Luís Albuquerque, numa conferência de imprensa que se prolongou por quase uma hora.

Maria Luís Albuquerque qualificou o orçamento como "mau", considerando que faz "opções políticas erradas".

NS // VAM

Lusa/fim

+ notícias: Política

Assunção Cristas acusa António Costa de querer virar portugueses contra enfermeiros

A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, acusou esta quarta-feira o primeiro-ministro, António Costa, de irresponsabilidade por querer virar os portugueses contra os enfermeiros em luta, e de ser responsável pelo "caos" no Serviço Nacional de Saúde.

PS propõe coima de 20 euros por dia a senhorios nos casos de assédio a inquilinos

O grupo parlamentar do PS quer punir os senhorios nos casos de assédio a inquilinos para que desocupem as casas arrendadas, propondo uma coima de 20 euros por dia até que a situação seja corrigida.

Governo concede tolerância de ponto aos funcionários públicos em 24 e 31 de dezembro

O Governo decidiu conceder tolerância de ponto nos dias 24 e 31 de dezembro aos trabalhadores que exercem funções públicas no Estado, de acordo com um despacho assinado pelo primeiro-ministro, António Costa.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.