Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Presidente da República visita hoje Pinhal de Leiria

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 14 nov (Lusa) - O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai visitar hoje as áreas ardidas em Vieira de Leiria, no concelho da Marinha Grande, disse à agência Lusa fonte oficial do Palácio de Belém.

Entre as zonas que Marcelo Rebelo de Sousa vai visitar conta-se o pinhal de Leiria, uma das áreas afetadas pelos incêndios de outubro.

Na Marinha Grande, cerca de quatro quintos da mata nacional Pinhal do Rei foram destruídos pelas chamas, que queimaram oito mil dos cerca de 11 mil hectares desta mancha florestal, vulgarmente conhecida por Pinhal de Leiria.

No concelho foram ainda atingidas quatro empresas, tendo uma delas ficado completamente destruída. Duas destas empresas situam-se na freguesia de Vieira de Leiria, onde arderam uma dezena de casas, desalojando seis famílias.

IEL/JPS // JPS

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Cristas quer "partido de todos" sem rótulos de partido de ricos, patrões ou quadros

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, defende na sua moção ao Congresso que o grande desafio dos centristas é afirmarem-se como "o partido de todos", ultrapassando rótulos de partido de quadros, ricos ou patrões.

Câmara do Porto disposta a pagar indemnização de 600 mil euros a empresas impedidas de construir parque na Boavista

A Câmara do Porto está disposta a pagar uma indemnização de 600 mil euros a duas empresas, que durante dez anos foram impedidas de construir um parque de estacionamento na Boavista. Em causa esteve a indefinição em torno das linhas do metro do Porto. A votação da proposta acabou por ser adiada, mas na reunião desta quinta-feira ficou claro que a oposição não concorda que autarquia assuma responsabilidades no assunto.

Fernando Negrão foi declarado eleito líder parlamentar do PSD com 39,7% dos votos

O deputado Fernando Negrão conseguiu hoje apenas 39,7% dos votos para a liderança parlamentar do PSD, correspondente a 35 votos favoráveis, 32 brancos e 21 nulos, tendo votado 88 dos 89 parlamentares sociais-democratas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.