Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Custo do Trabalho diminui 1,1% no 3.º trimestre

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 14 nov (Lusa) -- O Índice de Custo do Trabalho (ICT), ajustado de dias úteis, diminuiu 1,1% no terceiro trimestre em termos homólogos, depois da subida de 3,1% observada no trimestre anterior, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo o INE, as duas principais componentes dos custos do trabalho -- custos salariais e os outros custos (por hora efetivamente trabalhada) -- diminuíram 1,2% e 0,6%, respetivamente, em relação ao mesmo período do ano anterior.

A variação homóloga do índice foi também o resultado de um aumento de 1,1% no custo médio por trabalhador e de uma subida de 2,2% no número de horas efetivamente trabalhadas por trabalhador, assinala o INE.

"O acréscimo das duas componentes foi transversal a todas as atividades", lê-se no comunicado.

O INE refere ainda que, no entanto, o aumento do número de horas efetivamente trabalhadas por trabalhador na Administração Pública, nos serviços e na construção, tal como no total da economia, foi superior ao do custo médio por trabalhador, o que explica a diminuição do índice de Custo de Trabalho.

A informação mais recente disponível relativa à variação homóloga do ICT por Estado-membro da União Europeia refere-se ao segundo trimestre de 2017 e foi divulgada pelo Eurostat em 15 de setembro, com a variação homóloga do ICT para o conjunto dos 28 países a fixar-se nos 2,2% entre abril e junho deste ano.

Portugal registou um acréscimo homólogo de 2,9%, enquanto a Irlanda teve um amento igual ao da União Europeia (2,2%), sendo que a Finlândia foi o único país que registou uma diminuição homóloga do ICT, de 0,3%.

JS// ATR

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Francisco Louçã antevê uma nova crise financeira como em 2007

10 anos depois da crise, os desiquilíbros financeiros mantêm-se e o risco de uma nova crise é cada vez mais real. As palavras sao de Francisco Louçã, no livro "Sombras". Na obra, agora lançada, o economista aborda o poder da 'finança-sombra' e os riscos que esta impõe à economia global.

Alexandre Fonseca é o novo presidente executivo da PT

Lisboa, 21 nov (Lusa) - Alexandre Fonseca assume a partir de hoje e "com efeito imediato" as funções de presidente executivo da Portugal Telecom (PT), substituindo Claudia Goya, que passará a presidente não executiva ('chairwoman') da empresa de telecomunicações da Altice em Portugal.

Grécia: Governo prevê crescimento de 2,5% em 2018

Atenas, 21 nov (Lusa) - A economia grega deve registar um crescimento de 2,5% em 2018, de acordo com a proposta de orçamento entregue hoje no parlamento.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS