Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Festival de Artes Performativas apresenta espetáculos na Covilhã e Castelo Branco

| País
Porto Canal com Lusa

Covilhã, Castelo Branco, 13 nov (Lusa) - O "Y - Festival de Artes Performativas" apresentará nas cidades da Covilhã e Castelo Branco, entre 23 de novembro e 02 de fevereiro de 2018, dez espetáculos de música, teatro, dança e performance, anunciou hoje a organização.

"Queremos dar visibilidade às diferentes disciplinas artísticas e fizemo-lo de uma maneira mais ou menos equilibrada, [pelo que teremos] quatro espetáculos de dança, quatro de teatro, um de música e outro que é dividido entre o teatro e a dança", referiu Rui Sena, da Quarta Parede, associação com sede na Covilhã, distrito de Castelo Branco, que realiza este certame há 13 anos.

Destacando o "grande esforço" que tem sido feito para "manter vivo" este festival, Rui Sena também frisou a importância de este se realizar em cidades do Interior do país.

No que concerne à programação, o "Y - Festival de Artes Performativas" continuará a aliar o cruzamento das diferentes disciplinas artísticas com uma aposta nos novos criadores de arte contemporânea em Portugal e tem ainda a preocupação de integrar estruturas da região.

O festival conta ainda um eixo de programação artística pedagógica, denominado "Y - Públicos", que integra encontros/reflexões entre espetadores e artistas, num conjunto de iniciativas que procuram afirmar o público como elemento participante, conforme referiu Sílvia Pinto Ferreira, assistente de programação.

Estão ainda previstas oficinas dramatúrgicas e ações de formação destinadas quer ao público em geral, quer para o público estudantil, desde o pré-escolar ao ensino superior.

Uma das ações prevê um encontro entre seniores e jovens, e outra desenvolver-se-á nas escolas do ensino pré-escolar, com especial incidência nas instituições que estão fora do núcleo urbano da cidade.

Nesta edição, optou-se também por estender a programação entre novembro e fevereiro, de modo a evitar uma oferta concentrada no tempo que, por motivos de agenda ou até mesmo económicos, pudesse dificultar a distribuição dos espetadores pelas diferentes apresentações.

Os espetáculos na Covilhã serão apresentados no auditório do Teatro das Beiras e a programação arranca no dia 23, às 21:30, com "Noiserv", seguindo-se, no dia 29, à mesma hora, o espetáculo "Canas 44" pela Amarelo Silvestre.

No dia 05 de dezembro, às 14:30, realce para a apresentação de "Viúva Papagaio", por Graça Ochoa e Alberto Carvalhal, e, no dia 07, às 21:30, a Companhia Paulo Ribeiro apresenta "Um solo para a Sociedade".

A 16 de janeiro de 2018, às 14:30, Pé de Pano apresenta o espetáculo "Danças a Nascer" e, no dia 18, às 21:30, Hotel Europa sobe ao palco com "Portugal Não é um País Pequeno".

Para dia 27 de janeiro, às 21:30, está marcado o espetáculo "Adapted to Y&Y", de João Cardoso & Victor Gomes, e Mafalda Saloio apresenta "Brisa ou Tufão", no dia 31 de janeiro, às 21:30.

Em Castelo Branco, as apresentações são às 21:30 no Cine-Teatro Avenida e estão marcadas para dia 19 de janeiro e 02 de fevereiro, respetivamente com Rui Horta e o espetáculo "Vespa" e com Mafalda Saloio e o espetáculo "Brisa ou Tufão".

O orçamento desta 13.ª edição do "Y - Festival de Artes Performativas" é de 55 mil euros e conta com o apoio da Direção Geral das Artes e das Câmaras da Covilhã e de Castelo Branco.

O bilhete para o espetáculo de Noiserv custa 10 euros, com desconto de 50% para menores de 25 e maiores de 65 anos, estudantes e profissionais do espetáculo. Para os restantes espetáculos, o preço é de seis euros, sujeito aos mesmos descontos.

CYC // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Homem de 45 anos morre devido a ferimentos causados pelo mar em Espinho

Um homem de 45 anos morreu, este domingo, após ser retirado do mar da praia do Bairro dos Pescadores, em Espinho, em paragem cardiorrespiratória, e outras quatro pessoas, da mesma família, foram retiradas da água com vida, apurou o Porto Canal no local.

Atualizado 15-07-2018 15:12

Despiste de mota provoca um morto em Ovar

Um homem com cerca de 70 anos morreu, este domingo, após um despiste de mota na rua do Sol, em Arada, Ovar, apurou o Porto Canal com fonte dos Bombeiros Voluntários de Ovar.

Nove concelhos de Faro, Guarda e Bragança em risco muito elevado de incêndio

Nove concelhos dos distritos de Faro, Guarda e Bragança apresentam este domingo risco muito elevado de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.