Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Número de mortos devido ao sismo no nordeste do Iraque e zonas fronteiriças subiu para 238

| Mundo
Porto Canal com Lusa

O número de vítimas mortais do violento sismo que atingiu no domingo o nordeste do Iraque e as regiões fronteiriças no Irão e na Turquia subiu de 213 para 238 no lado iraniano, de acordo com um novo balanço do instituto de medicina legal.

O abalo causou pelo menos 238 mortos e 2.530 feridos, de acordo com o último balanço feito hoje de manhã pelo Instituto de Medicina Legal e citado pela televisão estatal iraniana.

Anteriormente, as autoridades iranianas tinham dado conta de pelo menos 213 mortos e cerca de 1.700 feridos.

Até ao início da manhã de hoje, apenas o Irão tinha anunciado um balanço oficial provisório, que não tem parado de aumentar nas últimas horas.

No Iraque, onde foi localizado o epicentro, o tremor de terra causou seis mortos na província de Souleimaniyeh, no Curdistão iraquiano, segundo responsáveis locais.

Segundo o serviço geológico norte-americano (USGS), o abalo foi registado à profundidade de 25 quilómetros e a cerca de 30 quilómetros a sudoeste da cidade de Halabja, numa zona montanhosa da província iraquiana de Souleimaniyeh.

O sismo, que foi registado pelas 18:18 (hora de Lisboa), foi inicialmente reportado como tendo a magnitude de 7,2 na escala de Richter. No balanço mais recente, a AFP refere que o abalo foi de 7,3.

+ notícias: Mundo

Ratko Mladic condenado a prisão perpétua

O Tribunal Penal Internacional para-a ex-Jugoslávia (TPI-J) condenou hoje o antigo chefe militar sérvio-bósnio Ratko Mladic a prisão perpétua por genocídio, crimes de guerra e crimes contra a Humanidade cometidos na guerra da Bósnia (1992-1995).

Informação de milhões de clientes da Uber em todo o mundo foi pirateada

O presidente executivo da Uber revelou hoje que os dados de 57 milhões de utilizadores em todo o mundo foram pirateados no final de 2016.

Atentado no nordeste da Nigéria faz pelo menos 50 mortos

MaidugPelo menos 50 pessoas morreram num atentado suicida numa mesquita no nordeste da Nigéria, disse o porta-voz da polícia do estado de Adamawa.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS