Info

Dois GNR intoxicados após perseguição a suspeitos de assalto a multibanco em Esposende

Dois GNR intoxicados após perseguição a suspeitos de assalto a multibanco em Esposende
| Norte
Porto Canal com Lusa

Dois militares da GNR ficaram este domingo intoxicados e foram levados para o hospital de Barcelos na sequência de uma perseguição a alegados assaltantes a uma caixa multibanco esta madrugada à Cooperativa de Crédito Agrícola de Esposende.

Fonte do Comando Distrital de Operação de Socorros (CDOS) de Braga disse à Lusa que o alerta foi recebido esta madrugada pelas 05:30, pedindo auxílio para dois militares da GNR que “sentiram náuseas e dificuldades respiratórias”.

Os militares teriam respirado “gás” e ou “pó” após uma ocorrência relacionada com uma explosão de uma caixa multibanco localizada na Rua Senhora da Saúde, em Esposende.

Fonte do Comando da GNR de Braga, Filipe Martins, explicou à Lusa que uma patrulha da GNR se deslocou à Cooperativa de Crédito Agrícola de Esposende, onde se registou "um assalto a uma caixa multibanco com recurso a explosivos".

A patrulha ainda se cruzou com os assaltantes no local da explosão da caixa multibanco e procederam depois a uma perseguição na viatura da GNR aos alegados assaltantes.

Nessa perseguição houve “o lançamento de pó de um extintor e foi esse pó inalado que levou os militares ao Hospital de Barcelos com intoxicação na garganta", acrescentou Filipe Martins.

+ notícias: Norte

Embarcação que naufragou ao largo de Espinho localizada no fundo do mar

A Marinha Portuguesa informou hoje que localizou, no fundo do mar, a embarcação Mestre Silva que naufragou há uma semana ao largo de Esmoriz, no concelho de Espinho.

Hospital de São João da Madeira retoma obras no Serviço de Urgência

O Hospital de São João da Madeira já retomou as obras no Serviço de Urgência após divergências com o empreiteiro inicial e ajustará a nova intervenção à grande procura registada nessa valência, revelou hoje a administração da unidade.

Começou a remoção dos resíduos do Cachão em Mirandela

Os resíduos depositados no Complexo do Cachão, em Mirandela, Trás-os-Montes, começaram hoje a ser removidos depois de cinco anos de polémica e queixas com a perspetiva de a operação ser concluída até ao final do ano.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.