Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

ASAE apreendeu cerca de uma tonelada de queijo fresco na região Sul

ASAE apreendeu cerca de uma tonelada de queijo fresco na região Sul
| País
Porto Canal com Lusa

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) anunciou este sábado que apreendeu cerca de uma tonelada de queijo, no valor de 4.795 euros, por suspeitas de incumprimento das condições higio-sanitárias numa unidade de produção de queijo na região Sul.

Em comunicado, a ASAE adiantou ter, através da Unidade Regional do Sul, realizado na semana passada uma ação de fiscalização direcionada para a verificação do cumprimento das condições higio-sanitárias e técnico-funcionais de laboração de uma queijaria, tendo procedido à sua suspensão.

Segundo a ASAE, durante a ação de fiscalização, que decorreu na semana passada, foi detetada a utilização de água na atividade da queijaria que não cumpria os requisitos microbiológicos obrigatórios para possibilitar a sua utilização, não estando dessa forma garantida a potabilidade da mesma.

De acordo com a ASAE, foi confirmada no produto "a presença de bactérias coliformes assim como de Escherichia coli, com grave risco de contaminação das superfícies de laboração e equipamentos, assim como das mãos dos manipuladores, tendo sido determinada a suspensão imediata da unidade industrial até que possa ser reposta a legalidade".

Durante a operação, a ASAE apreendeu cerca de uma tonelada de queijo fresco num valor que ronda os 4.795 euros, para verificação do cumprimento dos critérios microbiológicos, por forma a garantir a segurança alimentar do produto final e consequentemente a saúde pública dos respetivos consumidores.

A ASAE informa ainda que foi instaurado um processo de contraordenação por incumprimento dos requisitos gerais e específicos de higiene.

+ notícias: País

Identificados 70 bares e discotecas que representam risco de segurança pública

A PSP e a GNR identificaram 70 bares e discotecas em Lisboa, Porto e Albufeira, que representam risco para a segurança pública, no âmbito de uma avaliação pedida pelo Ministério da Administração Interna, em dezembro.

Portugueses compraram em 2017 mais 1,4 milhões de medicamentos do que em 2016

O Estado pagou mais de 24 milhões de euros pelas comparticipações dos medicamentos vendidos nas farmácias no ano passado. Os dados foram revelados pelo Infarmed que dá ainda conta de que no ano anterior, os portugueses compraram mais 150 milhões de embalagens de medicamentos.

Seis portugueses envolvidos em acidente em França estão fora de perigo e vão ser ouvidos pelas autoridades

Os seis portugueses que sofreram um acidente no sul de França, na quinta-feira, tiveram apenas ferimentos ligeiros e agora deverão ser ouvidos pelas autoridades francesas, disse este sábado o secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.