Jornal Diário Jornal das 13

Tiago Apolónia vence campeão olímpico no Open da Alemanha, Freitas também avança

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Magdeburgo, Alemanha, 10 nov (Lusa) -- O português Tiago Apolónia venceu hoje o chinês Zhang Jike, campeão olímpico de singulares em 2012 e por equipas em 2016, por 4-1, no Open da Alemanha de ténis de mesa, a decorrer em Magdeburgo.

Apolónia, 39.º jogador do 'ranking' mundial, tornou-se o primeiro mesatenista luso a vencer um campeão olímpico, seguindo para os oitavos de final da prova depois de superar Jike por 11-9, 11-7, 7-11, 11-9 e 11-3.

Jike, número seis mundial, venceu as medalhas de ouro de singulares e equipas nos Jogos de Londres2012, a medalha de ouro de equipas no Rio de Janeiro, e a prata em singulares, somando ainda dois títulos de campeão do mundo em singulares, quatro em equipas e uma em pares.

O outro português ainda em prova, Marcos Freitas, também se exibiu em bom plano e eliminou o japonês Tomokazu Harimoto por 4-2, pelos parciais de 9-11, 11-8, 16-14, 9-11, 11-7 e 11-8.

O português, n.º 17 do 'ranking', eliminou o mesatenista de 14 anos, o mais novo de sempre a ganhar um open do circuito mundial, e segue igualmente em frente.

Nos 'oitavos', Apolónia vai defrontar Chun Tin Wong, de Hong Kong, 12.º jogador do 'ranking mundial, pelas 13:00 (em Lisboa), enquanto Marcos Freitas luta pelo acesso aos quartos de final com o chinês Xin Xu, número três mundial, num encontro marcado para as 13:40.

SIYF // PFO

Lusa/Fim

+ notícias: Desporto

Cristiano Ronaldo "orgulhoso" pelos valores da transferência e desvaloriza idade

O futebolista Cristiano Ronaldo revelou-se hoje "orgulhoso" pelos valores envolvidos na sua transferência do Real Madrid para a Juventus, desvalorizando a idade e garantindo que, aos 33 anos, está pronto para os mais altos desafios competitivos.

Portugal estreia-se com goleada a Andorra

A seleção portuguesa de hóquei em patins iniciou hoje a defesa do título europeu com uma goleada de 11-0 a Andorra, em jogo da primeira jornada do grupo A da prova, que decorre na Corunha, Espanha.

França campeã mundial pela segunda vez, ao bater Croácia na final

A França sagrou-se este domingo campeã mundial de futebol pela segunda vez na sua história, 20 anos depois, ao vencer a Croácia por 4-2, na final da 21.ª edição da prova, disputada no Estádio Luzhniki, em Moscovo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.