Jornal Diário Jornal das 13

Procuradoria de Los Angeles cria equipa para investigar casos de abuso sexual

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Los Angeles, EUA, 10 nov (Lusa) -- A procuradora do condado de Los Angeles, no Estado da Califórnia, Jackie Lacey, anunciou hoje a criação de uma equipa para avaliar e investigar os numerosos casos de abuso e assédio sexual em Hollywood revelados nas últimas semanas.

Através de um comunicado de imprensa, Lacey adiantou que o grupo vai ser integrado por procuradores com experiência em crimes sexuais, que vão trabalhar em conjunto para "garantir um foco comum na análise legal e possível acusação de qualquer caso que respeite os padrões legais e fáticos".

Lacey assinalou que "até agora" não recebeu qualquer solicitação de forças de segurança para apresentar acusações e destacou que estão em comunicação permanente com os corpos policiais de Los Angeles e Beverly Hills.

O diário Los Ángeles Times assinalou hoje que a polícia de Los Angeles está a investigar pelo menos duas acusações de agressão sexual contra o produtor Harvey Weinstein e uma que tem o ator Ed Westwick como presumível responsável.

Mesmo assim, a polícia de Beverly Hills tem abertas duas investigações em relação a Weinstein e ao cineasta James Toback.

Depois do escândalo em torno do poderoso produtor Harvey Weinstein, denunciado por dezenas de mulheres em diferentes casos de agressão sexual, Hollywood vive imerso em enorme polémica, perante o desfi8ar constante de novas acusações de abuso e assédio sexual que envolvem atores como Kevin Spacey, Dustin Hoffman, Louis C.K. e Ed Westwick e cineastas como Brett Ratner e James Toback.

RN // JPF

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Mais de mil milhões de pessoas em risco devido a falta de refrigeração

Mais de 1,1 mil milhões de pessoas em 52 países enfrentam riscos significativos por falta de acesso a refrigeração, incluindo a morte, segundo uma perita das Nações Unidas.

Justiça alemã extradita Puigdemont, mas apenas por delito de peculato

O tribunal alemão de Schleswig-Holstein decidiu hoje extraditar para Espanha o ex-presidente catalão Carles Puigdemont por um alegado delito de peculato (desvio de fundos), mas não pelo crime de rebelião, segundo a agência Efe.

Tailândia: Todos os rapazes e treinador retirados da gruta

Todos os 12 jovens jogadores de futebol e o treinador que ficaram há duas semanas encurralados numa gruta no norte da Tailândia estão a salvo, segundo as autoridades tailandesas.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.