Jornal Diário Jornal das 13

PR promete levar ao Governo preocupações dos técnicos de diagnóstico e terapêutica

| Política
Porto Canal com Lusa

Porto, 10 nov (Lusa) - O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, prometeu hoje fazer chegar ao Governo as preocupações dos técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, em greve há nove dias, e que lutam pelo reconhecimento da sua carreira profissional.

"Percebo a situação, ouvi o que me disseram e levarei a questão. Imagino o que sofreram no período de crise e percebo que quando há uma folga financeira os diversos setores digam que já chega de constrangimentos. Mas também ouço tantas vezes utentes a queixarem-se que chegam de longe para fazer um exame e não o fazem", observou Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República falava após ter sido interpelado por um grupo de pessoas que o aguardava junto às novas instalações da Escola Superior de Saúde do Politécnico do Porto, equipamento que o chefe de Estado inaugura esta tarde.

Os técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica entregaram ao Presidente da República uma carta, a mesma que dizem ter entregado há cerca de uma semana ao primeiro-ministro, António Costa, na qual fazem reivindicações que passam, por exemplo, pelo "reconhecimento da sua carreira profissional".

O chefe de Estado mostrou-se sensível às preocupações dos profissionais, mas ao mesmo tempo questionou: "Estando em greve indeterminada, pensam nos milhares de pessoas que precisam de exames e não os conseguem fazer? Não podiam interromper a greve de quando em vez?".

Em resposta, os técnicos garantiram que têm cumprido os serviços mínimos e lamentaram viver numa "dicotomia de sentimentos": "A luta pela carreira profissional e o bem-estar dos utentes".

PYT // ZO

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Vieira da Silva admite "problema" nas novas pensões, a resolver "até final do ano"

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social admitiu esta terça-feira que "existe um problema" na atribuição de novas pensões, devido à falta de pessoal e aos crescentes pedidos, mas disse que "até final do ano" os principais atrasos "serão resolvidos".

Atualizado 18-09-2018 20:49

Direção-Geral da Educação retira das escolas questionário com perguntas discriminatórias

A Direção-Geral da Educação já mandou retirar das escolas o inquérito considerado racista que foi distribuído em pelo menos duas escolas do Porto. Em causa está um questionário com perguntas discriminatórias, referentes à ascendência dos alunos.

Assembleia Municipal do Porto aprova moção que defende fim das portagens na CREP

A Assembleia Municipal do Porto aprovou esta terça-feira uma moção do BE que defende o fim das portagens na Circular Regional Exterior do Porto (CREP) ou concretização de medidas que retirem tráfego à Via de Cintura Interna (VCI).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.