Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

"Queremos sempre vencer, qualquer que seja o adversário" - Fernando Santos

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Viseu, 09 nov (Lusa) - O selecionador português de futebol, Fernando Santos, considerou hoje que Portugal vai respeitar a Arábia Saudita, mas que o jogo particular de sexta-feira, no Estádio do Fontelo, em Viseu, "é para ganhar".

"Queremos sempre vencer, qualquer que seja o adversário", disse Fernando Santos, na antevisão do penúltimo particular do ano de 2017, frente à Arábia Saudita, que, como Portugal, está qualificada para o Mundial de 2018.

O técnico luso considera que a Arábia Saudita é uma equipa "forte" e que "com jogadores rápidos e muito técnicos", aos quais "não se pode dar espaço para saírem a jogar porque o fazem com qualidade".

"Para nós, não há jogos mais ou menos importantes, não há equipas médias ou melhores, temos respeito por todos os adversários", referiu.

Apesar do caráter solidário que envolve este jogo, com a receitas a reverteram para as vítimas dos incêndios de outubro, o técnico assume essa responsabilidade acrescida, mas garante que "procurar vencer" é o seu lema.

"É isso que nos norteia sempre em todos os jogos, pois atrás de nós está um país, uma bandeira", acrescentou.

Quanto à ausência do 'capitão' Cristiano Ronaldo, na convocatória para os jogos com Arábia Saudita e Estados Unidos (terça-feira, em Leiria), o selecionador afirmou haver "uma questão desportiva que não fazia sentido alterar".

"O Cristiano nunca esteve nos planos para ser convocado", garantiu Fernando Santos.

Na conferência de imprensa, esteve também o médio Danilo, jogador do FC Porto, que garantiu que a equipa espera "um jogo difícil", mas que os jogadores vão "fazer tudo para vencer".

GYP/CMM // PFO

Lusa/Fim

+ notícias: Desporto

Sebastian Bühler e Firmino Salazar vencem a primeira da EX-Troufy

Sebastian Bühler em Yamaha nas duas rodas e Firmino Salazar em Suzuki nos Quad foram os vencedores da jornada de abertura do "EX-Troufy" competição de todo-o-terreno de resistência que teve lugar nas Caldas da Rainha.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS