Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Web Summit: Ministro do Planeamento destaca presença de mais empresas e participantes

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 09 nov (Lusa) - O ministro do Planeamento e das Infraestruturas destacou hoje o facto de a edição deste ano do evento Web Summit ter atraído mais empresas e mais participantes, apontando que a conferência tecnológica "está a afirmar-se" em Lisboa.

"Estamos com muitos mais 'stands' este ano, portanto há mais inovação, há mais ideias a percorrer a Web Summit este ano", disse o ministro à agência Lusa, no final de uma visita ao recinto da conferência que termina hoje no Parque das Nações, em Lisboa.

Em 2016, passaram pela capital mais 53 mil pessoas, de 166 países, incluindo 15.000 empresas, 7.000 presidentes executivos e 700 investidores de topo e 2.000 jornalistas internacionais.

Segundo a organização, nesta segunda edição do evento em Portugal, participam 59.115 pessoas de 170 países, entre os quais mais de 1.200 oradores, duas mil 'startups', 1.400 investidores e 2.500 jornalistas.

"Uma vez mais passaram por aqui milhares e milhares de pessoas, as oportunidades de negócio geram-se", advogou.

Na opinião de Pedro Marques, "a Web Summit está a afirmar-se como um grande espaço de inovação e da economia portuguesa".

"Com eventos como a Web Summit, mas com o ambiente empresarial que se foi gerando nos últimos anos, o país tem conseguido ter sucesso na atração de investimento", que "está a crescer muito", elencou.

O governante apontou também que Portugal está "sobretudo" a ser cada vez mais "um país reconhecido internacionalmente como um país de inovação".

"Este ecossistema das 2start-ups', dos 'inovation hubs', de tudo o que temos vindo a conseguir gerar nas nossas principais cidades, e depois com eventos como este, como a Web Summit, põem Portugal na linha da frente da economia digital e da transformação digital da economia", explicou.

Pedro Marques destacou também a forma como "tantos e tantos empreendedores procuraram este espaço para detetar oportunidades de virem ao encontro das capacidades de inovação, das instalações que Lisboa tem, físicas e digitais, para estas empresas se instalarem".

Na opinião do ministro, os temas abordados na conferência e que "estão a transformar a economia mundial, estão também a transformar setores" como aqueles que tutela.

Na área das infraestruturas "Portugal até liderou" a "introdução do digital e a introdução da conectividade na mobilidade, e isso vai continuar a acontecer de certeza, de forma muito, muito significativa", lembrou.

"E as nossas empresas da área dos transportes, da área da mobilidade têm também de se preparar para essa revolução. Estamos muito empenhados nisso", vincou.

A conferência de tecnologia e empreendedorismo Web Summit termina hoje, no Altice Arena (antigo Meo Arena) e na Feira Internacional de Lisboa (FIL), em Lisboa.

Segundo a organização, nesta segunda edição do evento em Portugal, participam 59.115 pessoas de 170 países, entre os quais mais de 1.200 oradores, duas mil 'startups', 1.400 investidores e 2.500 jornalistas.

FYM // HB

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Banco BPI vai fechar mais três balcões no final de junho

O Banco BPI vai fechar mais três balcões no final deste mês, localizados no Norte e Centro do país, há semelhança do que já fez em meses anteriores, segundo informação interna a que a Lusa teve acesso.

Mediadores imobiliários consideram "urgente" aumento da construção nova em Lisboa e Porto

A Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP) considerou este sábado "urgente" o aumento de 'stock' no mercado imobiliário em Lisboa e no Porto, através de construção nova, para que haja um "equilíbrio de preços".

Estado português pode ter sido lesado em 600 mil euros em esquema de fraude fiscal

A Autoridade Tributária está a investigar um alegado esquema de fraude fiscal à escala europeia, que terá lesado o Estado Português em 600 mil euros. O suspeito é o grupo informático Mbit, que diz "estranhar" a investigação.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.