Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Lucros da NOS sobem 34,5% até setembro para 105,5 ME

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 08 nov (Lusa) - Os lucros da NOS aumentaram 34,5% nos primeiros nove meses do ano face ao mesmo período de 2016, ascendendo a 105,5 milhões de euros.

Em comunicado hoje enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a NOS indica que, entre janeiro e setembro, as receitas cresceram 3,4% em termos homólogos para os 1.162,5 milhões de euros, devido ao "crescimento verificado, neste período, em todas as suas áreas de negócio".

O EBITDA (resultados antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) aumentou 4,6% para 451,6 milhões de euros, com a margem EBITDA a progredir 0,4 pp para 38,8% nos primeiros nove meses deste ano.

ND // ATR

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Défice orçamental sobe 165ME e ultrapassa 2.000ME até abril

O défice orçamental em contas públicas totalizou 2.022 milhões de euros até abril, mais 165 milhões de euros, devido a um crescimento da despesa superior ao da receita, divulgou esta sexta-feira o Ministério das Finanças.

Património do Norte vai receber investimento de mais de 12 milhões de euros até 2020

Até 2020 vão ser investidos no património a Norte cerca de 12,5 milhões de euros. Rota das Catedrais, Mosteiros a Norte ou Vale do Varosa, são algumas das operações em curso e da responsabilidade da Direção Regional de Cultura do Norte. Para além da requalificação do património, o desafio passa por valorizar os próprios equipamentos, aproximando-os dos visitantes.

Governo aprova medidas de reforço do apoio social para recibos verdes

O Governo aprovou esta quinta-feira medidas para reforçar a proteção social dos trabalhadores independentes, como a atribuição mais célere do subsídio de doença e a necessidade de um período mais curto para aceder ao subsídio por cessação de atividade.

Atualizado 25-05-2018 12:30

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.