Info

Guimarães Jazz abre hoje com Nels Cline em edição que assinala cem anos de discos

| Norte
Porto Canal com Lusa

Guimarães, Braga, 08 nov (Lusa) -- O Guimarães Jazz dá hoje início à 26.ª edição, com uma programação que celebra os cem anos do primeiro registo discográfico do género musical, e abre com Nels Cline.

Assim, o músico Nels Cline, considerado pela Rolling Stone um dos 100 maiores guitarristas de sempre, vai subir hoje à noite ao palco do grande auditório do CCVF para abrir o Guimarães Jazz deste ano, acompanhado pela Orquestra de Guimarães.

No dia seguinte, o evento celebra o centenário da primeira edição de jazz da história -- pela Original Dixieland Jass Band -- com o espetáculo "Jazz -- The Story", pela All Star Orchestra, que conta com os saxofonistas Vincent Herring e James Carter, e com o contrabaixista Kenny Davis.

A 10 de novembro atua em Guimarães o baterista Andrew Cyrille em quarteto, seguido pela banda Mostly Other People Do The Killing, em septeto pela primeira vez em Portugal.

O Guimarães Jazz vai ainda contar com as presenças de Jan Garbarek e Allison Miller, antes de terminar com o espetáculo "Real Enemies", de Darcy James Argue com a 'big band' Secret Society.

No pequeno auditório vão atuar os VEIN, a 11 de novembro, com o saxofonista Rick Margitza, e o quarteto de Jeff Lederer e Joe Fiedler, acompanhado pela vocalista Mary LaRose, no dia 18 novembro.

"Em 2017, a matriz programática do festival passa pela sinalização dos cem anos decorridos desde a gravação do primeiro registo discográfico de um género musical, até aí quase absolutamente desconhecido e ainda impreciso terminologicamente, a que se convencionou chamar 'jazz'", escreve a organização do festival.

Os organizadores acrescentam que "apesar da irrelevância do acontecimento em termos estritamente musicais, a gravação da Original Dixieland Jass Band corresponde, numa dimensão simbólica, à fundação de uma linguagem musical autónoma", que "mudaria para sempre" a história do jazz.

TDI // MAG

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Sindicato dos estivadores recusa reunir hoje com ministra do Mar no Porto de Leixões

O Sindicato dos Estivadores Conferentes e Tráfego dos Portos do Douro e Leixões recusa-se a comparecer na reunião de hoje com a ministra do Mar, em Matosinhos, que diz servir para tentar um acordo com outro sindicato.

Diretor clínico do Hospital de Gaia que anunciou demissão diz não estar demissionário

O diretor clínico do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, que subscreveu um pedido de demissão coletivo em julho, afirmou hoje, em reunião do conselho de administração daquela unidade de saúde, que nunca esteve demissionário.

Parlamento exige ala pediátrica do São João e PS garante obras em janeiro

As bancadas de PSD, BE, CDS-PP e PCP pediram hoje a aceleração da construção da nova ala pediátrica do Hospital de São João, no Porto, enquanto o deputado socialista Fernando Jesus assegurou que as obras arrancam em janeiro.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.