Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

GNR vai fiscalizar limpeza de terrenos na Batalha

| País
Fonte: Agência Lusa

Batalha, 23 dez (Lusa) - Militares do Grupo de Intervenção Proteção e Socorro (GIPS) da GNR vão fiscalizar espaços rurais no concelho da Batalha para sensibilizar os proprietários para a aplicação de medidas de defesa da floresta contra incêndios, anunciou a autarquia.

Em comunicado, a Câmara Municipal da Batalha afirma que a iniciativa, "de grande envergadura e pioneira a nível nacional", vai decorrer no início de 2014 e pretende levar os proprietários a proceder à limpeza de uma faixa de 50 metros em redor das habitações, "reduzindo a densidade arbórea e a vegetação existente", de acordo com a lei.

As ações, segundo a autarquia, vão mobilizar militares do GIPS da base de Alcaria, Porto de Mós, também na identificação de outras infrações como o abandono de resíduos perigosos, pneus, veículos em fim de vida ou a falta de resguardo em poços.

Na nota enviada à agência Lusa, Paulo Batista Santos, presidente da Câmara da Batalha, sustenta a importância da iniciativa para o cumprimento da legislação em vigor, "atendendo ao facto de se estar a falar de matérias de grande sensibilidade para o ambiente e para a proteção das pessoas e dos bens".

Os militares da GNR vão ainda fiscalizar terrenos e espaços florestais que apresentem sinais de contaminação pelo nemátodo da madeira do pinheiro.

"Dado que em algumas zonas do concelho foram detetadas já contaminações com o nemátodo, ainda que em situação controlada, o município da Batalha vai realizar nas juntas de freguesia diversas ações de sensibilização com o intuito de facultar esclarecimentos e informações sobre quais os procedimentos a adotar em caso de contaminação dos pinheiros pela praga do nemátodo", refere a autarquia.

JLS // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Autarquias portuguesas estão a tomar medidas para prevenir ataques terroristas

Em Portugal, algumas autarquias estão a tomar medidas para prevenir ataques terroristas como aquele que aconteceu em Barcelona. No Porto, só são colocadas barreiras de betão em eventos com grande concentração de pessoas. Já em Vila Nova de Gaia, à beira-rio foram colocadas barreiras na altura do São João mas a autarquia optou por mantê-las.

O que fazer em caso de atentado terrorista?

A PSP lançou um guia para a população seguir em caso de ataque terrorista em Portugal. Fugir, proteger e ligar são os três principais conselhos.

Número de detidos por suspeita de fogo posto quase duplicou face a 2016

As forças de segurança detiveram este ano 102 pessoas suspeitas do crime de incêndio florestal, quase o dobro do número registado (53) em 2016, segundo o comandante da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Nota Alta

"Todos nós estamos desenhados...