Jornal Diário Jornal das 13

PS e PSD chegam a acordo para eleição da Entidade Reguladora para a Comunicação Social

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 13 out (Lusa) - PSD e PS chegaram a acordo para a eleição de quatro dos cinco membros do Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), estando estabelecido que o quinto elemento será obrigatoriamente alguém com perfil independente.

A eleição, no parlamento, do Conselho Regulador da ERC, que esteve num impasse político desde janeiro, está marcada o próximo dia 20, necessitando de uma maioria de dois terços, ou seja, de um acordo entre PS e PSD.

Fonte parlamentar disse à agência Lusa que, para os quatro nomes a eleger pelo parlamento na próxima sexta-feira, o PSD propõe: Fátima Resende Lima, que já exerce funções na ERC, e Francisco Azevedo e Silva, antigo membro de direções do Diário de Notícias.

Já o PS avança com os nomes do professor universitário Mário Mesquita e do jurista João Pedro Figueiredo para os restantes dois lugares a eleger pelo parlamento.

O quinto membro da ERC será depois cooptado pelos quatro elementos entretanto eleitos, sendo esse nome, de acordo com fonte parlamentar, o ponto central do compromisso entre socialistas e sociais-democratas em torno deste assunto.

PS e PSD acordaram o princípio de que o quinto nome a cooptar terá de ser alguém com indiscutível perfil de independência.

A partir do momento em que os cinco membros da ERC se encontrem designados, será então eleito entre eles o presidente do Conselho Regulador, cujo lugar é neste momento desempenhado pelo jornalista Carlos Magno.

PMF/SMA // ZO

Lusa/fim

+ notícias: Política

PCP lamenta “protelamento” do Governo face a professores e exorta cumprimento da lei

O PCP condenou hoje o "protelamento", por parte do Governo, nas negociações com os professores sobre a contagem integral do tempo de serviço e devidas remunerações, instando o executivo socialista ao cumprimento da legislação.

Governo está a equacionar um serviço de atendimento permanente no hospital de Ovar

O Governo está a equacionar a abertura de um serviço de atendimento permanente no Hospital Francisco Zagalo, em Ovar. Esta é pelo menos a convicção do movimento de utentes baseada no grupo de trabalho criado pelo ministério da Saúde para analisar a prestação de cuidados de saúde em Aveiro.

Empresários descontentes com alterações das regras do alojamento local

As regras do alojamento local mudaram. Os proprietários enfrentam agora mais custos e obrigações. Entre elas, a possibilidade de pagarem mais condomínio. Com a alteração da lei as câmaras municipais e os próprios condomínios passam a ter mais poderes no licenciamento.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.