Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

PS e PSD chegam a acordo para eleição da Entidade Reguladora para a Comunicação Social

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 13 out (Lusa) - PSD e PS chegaram a acordo para a eleição de quatro dos cinco membros do Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), estando estabelecido que o quinto elemento será obrigatoriamente alguém com perfil independente.

A eleição, no parlamento, do Conselho Regulador da ERC, que esteve num impasse político desde janeiro, está marcada o próximo dia 20, necessitando de uma maioria de dois terços, ou seja, de um acordo entre PS e PSD.

Fonte parlamentar disse à agência Lusa que, para os quatro nomes a eleger pelo parlamento na próxima sexta-feira, o PSD propõe: Fátima Resende Lima, que já exerce funções na ERC, e Francisco Azevedo e Silva, antigo membro de direções do Diário de Notícias.

Já o PS avança com os nomes do professor universitário Mário Mesquita e do jurista João Pedro Figueiredo para os restantes dois lugares a eleger pelo parlamento.

O quinto membro da ERC será depois cooptado pelos quatro elementos entretanto eleitos, sendo esse nome, de acordo com fonte parlamentar, o ponto central do compromisso entre socialistas e sociais-democratas em torno deste assunto.

PS e PSD acordaram o princípio de que o quinto nome a cooptar terá de ser alguém com indiscutível perfil de independência.

A partir do momento em que os cinco membros da ERC se encontrem designados, será então eleito entre eles o presidente do Conselho Regulador, cujo lugar é neste momento desempenhado pelo jornalista Carlos Magno.

PMF/SMA // ZO

Lusa/fim

+ notícias: Política

Cerca de 3,6 milhões de pensões aumentadas em janeiro

Cerca de 3,6 milhões de pensões serão atualizadas em janeiro com aumentos entre 0,95% e 1,7%, segundo anunciou hoje o Ministério do Trabalho.

Marcelo afirma que "não se pode perder um minuto" na recuperação do território

Marcelo Rebelo de Sousa visitou ao longo desta quinta-feira vários concelhos afetados pelos incêndios. O Presidente da República voltou a dizer que é preciso tomar decisões e não esquecer as pessoas que sofreram com a tragédia.

Parlamento agenda moção do CDS-PP para terça-feira

O parlamento agendou hoje o debate da moção de censura do CDS-PP ao Governo para a próxima terça-feira, disse o líder parlamentar centrista, Nuno Magalhães.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Consultório

Como prevenir a gripe - medicamentos e...

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"