Jornal Diário Jornal das 13

Fim de espaço Schengen é fim da Europa - comissário europeu

| Política
Porto Canal com Lusa

Luxemburgo, 13 out (Lusa) -- O comissário europeu para os Assuntos Internos, Dimitris Avramopoulos, alertou hoje, no Luxemburgo, que o fim da livre-circulação no espaço Schengen seria fatal para a Europa.

"Partilhamos as inquietudes de alguns Estados-membros relativas a razões de segurança", declarou o comissário à entrada para uma reunião do Conselho de ministros dos Assuntos Internos da União Europeia, no Luxemburgo, acrescentando que "Schengen está vivo e deve continuar vivo, porque se morrer, a Europa morre".

A Alemanha, a Áustria, a Dinamarca e a França querem alterar as regras em vigor no espaço de livre circulação, que consideram obsoletas perante a ameaça terrorista, pedindo mais facilidade na reintrodução dos controlos nas suas fronteiras e que estes possam ser mais prolongados no tempo.

Atualmente, o Espaço Schengen abrange 26 países europeus (22 dos quais são Estados Membros da União Europeia): Bélgica, República Checa, Dinamarca, Alemanha, Estónia, Grécia, Espanha, França, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Hungria, Malta, Países Baixos, Áustria, Polónia, Portugal, Eslovénia, Eslováquia, Finlândia e Suécia, assim como a Islândia, o Liechtenstein, a Noruega e a Suíça.

IG // FPA

Lusa/fim

+ notícias: Política

Vieira da Silva admite "problema" nas novas pensões, a resolver "até final do ano"

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social admitiu esta terça-feira que "existe um problema" na atribuição de novas pensões, devido à falta de pessoal e aos crescentes pedidos, mas disse que "até final do ano" os principais atrasos "serão resolvidos".

Atualizado 18-09-2018 20:49

Direção-Geral da Educação retira das escolas questionário com perguntas discriminatórias

A Direção-Geral da Educação já mandou retirar das escolas o inquérito considerado racista que foi distribuído em pelo menos duas escolas do Porto. Em causa está um questionário com perguntas discriminatórias, referentes à ascendência dos alunos.

Assembleia Municipal do Porto aprova moção que defende fim das portagens na CREP

A Assembleia Municipal do Porto aprovou esta terça-feira uma moção do BE que defende o fim das portagens na Circular Regional Exterior do Porto (CREP) ou concretização de medidas que retirem tráfego à Via de Cintura Interna (VCI).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.