Jornal Diário Jornal das 13

Sobe para 54 número de mortos em inundações e deslizamentos de terras no Vietname

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Hanoi, 12 out (Lusa) -- As autoridades do Vietname elevaram hoje para 54 o número de mortos na sequência das cheias e deslizamentos de terras provocados por uma depressão tropical que atingiu, esta semana, a região norte e centro do país.

Segundo a Autoridade de Gestão de Desastres do Vietname, existem ainda pelo menos 31 feridos e 39 desaparecidos.

Mais de 30 mil casas ficaram submersas na sequência da intempérie que fez ainda estragos em colheitas.

Nguyen Thi Lien, da Autoridade de Gestão de Desastres de Yen Bai, indicou que 580 soldados e polícias e mais de 2.000 residentes foram mobilizados para as operações de busca por 16 pessoas que foram dadas como desaparecidas naquela província do norte do Vietname, onde as cheias fizeram seis mortes.

O Vietname foi atingido por uma depressão tropical na terça-feira, e uma outra tempestade, a Khanun, move-se atualmente no Mar do Sul da China em direção ao país, de acordo com as previsões dos serviços de meteorologia vietnamita.

DM // FV.

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Epidemia de cólera mata cerca de 100 pessoas na Nigéria

Uma epidemia de cólera matou quase 100 pessoas nas últimas duas semanas no nordeste da Nigéria, uma região devastada pelas ações do grupo extremista Boko Haram, informou este sábado a ONU.

Trabalhadores do McDonald's fizeram greve nos EUA contra o assédio sexual

Trabalhadores do McDonald's realizaram, na terça-feira, em dez cidades norte-americanas, uma greve laboral contra o assédio sexual na empresa, em consonância com o movimento #MeToo.

Chuvas na Nigéria provocam 100 mortos, autoridades estimam que número aumente

As autoridades nigerianas afirmaram que 100 pessoas morreram devido às inundações provocadas pelas chuvas fortes que se fizeram sentir no país nos últimos dias.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.