Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Parte dos manifestantes de forças de segurança saiem do Ministério das Finanças para a AR

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 12 out (Lusa) - Uma parte dos manifestantes de forças de segurança que hoje estão concentrados junto do Ministério das Finanças, em Lisboa, começou a retirar-se do local cerca das 20:15 e a dirigir-se para a Assembleia da República.

Uma parte do forte dispositivo policial instalado na praça do Comércio, junto do Ministério das Finanças, bem como da Justiça e Administração interna, acompanhava os manifestantes no percurso até ao parlamento.

Na praça do Comércio permaneciam centenas de participantes na manifestação e também do dispositivo de segurança, que incluía membros do Corpo de Intervenção e veículos da Unidade Especial de Polícia.

Até àquela hora, os manifestantes ainda não tinham sido atendidos na exigência de serem recebidos pelo ministro das Finanças, a quem pretendem entregar uma carta reivindicativa de descongelamento das carreiras.

O protesto conta também com a participação de outros sindicatos da PSP e da GNR que não fazem parte da CCP.

A manifestação iniciou-se cerca das 18:30 no Marquês de Pombal e inclui elementos da PSP, GNR, SEF, ASAE, Polícia Marítima e guarda prisional.

FP/CMP/HB // ARA

Lusa/Fim

+ notícias: País

Incêndios: Número de mortos sobe para 44

Os incêndios florestais que deflagraram no domingo em várias zonas do país provocaram 44 mortos, disse hoje à Lusa a adjunta do comando nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar.

Denúncias de Bullying aumentam nas escolas

As denúncias de Bullying nas escolas estão aumentar de ano para ano. De acordo com a PSP, as ocorrências ligadas a ofensas à integridade física, injurias e ameaças chegaram às duas mil em 2016. A comunidade escolar está em alerta para o problema e conta com profissionais especializados para o combate ao fenómeno.

Toda a costa portuguesa sob 'aviso amarelo' devido à agitação marítima no fim de semana

Toda a costa portuguesa vai estar sob 'aviso amarelo' no sábado e no domingo por causa da agitação marítima, prevendo-se ondas até cinco metros, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

Consultório

Como prevenir a gripe - medicamentos e...

Nota Alta

Mazgani - "The Faintest Light"