Jornal Diário Jornal das 13

FIFA recebe quase 3,5 milhões de pedidos de bilhetes para o Mundial2018

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Moscovo, 12 out (Lusa) -- A FIFA recebeu quase 3,5 milhões de pedidos de bilhetes para o Mundial2018 de futebol, para o qual a seleção portuguesa está qualificada, informou hoje o organismo regulador, no dia em que encerra a primeira fase de venda.

Perto de 70% dos 3.496.204 pedidos recebidos pela FIFA são provenientes da Rússia, país organizador da fase final, muito à frente dos restantes nove países com maior número de bilhetes solicitados: Alemanha, Brasil, Argentina, México, Estados Unidos, Colômbia, Egito, China e Polónia.

Mais de 300.000 pessoas pretendem assistir à final do Campeonato do Mundo, marcada para 15 de julho de 2018, no estádio Luzhniki, em Moscovo, enquanto 150.000 solicitações correspondem ao jogo de abertura, que se realiza um mês antes, em 14 de junho.

A venda de bilhetes para o Mundial2018 decorre ao longo de três fases: a primeira começou em setembro e termina hoje, a segunda iniciar-se-á após a realização do sorteio da fase final, em 01 de dezembro, e a terceira arrancará em 18 de abril 2018.

RPC // VR

Lusa/fim

+ notícias: Desporto

Cristiano Ronaldo "orgulhoso" pelos valores da transferência e desvaloriza idade

O futebolista Cristiano Ronaldo revelou-se hoje "orgulhoso" pelos valores envolvidos na sua transferência do Real Madrid para a Juventus, desvalorizando a idade e garantindo que, aos 33 anos, está pronto para os mais altos desafios competitivos.

Portugal estreia-se com goleada a Andorra

A seleção portuguesa de hóquei em patins iniciou hoje a defesa do título europeu com uma goleada de 11-0 a Andorra, em jogo da primeira jornada do grupo A da prova, que decorre na Corunha, Espanha.

França campeã mundial pela segunda vez, ao bater Croácia na final

A França sagrou-se este domingo campeã mundial de futebol pela segunda vez na sua história, 20 anos depois, ao vencer a Croácia por 4-2, na final da 21.ª edição da prova, disputada no Estádio Luzhniki, em Moscovo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.