Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

FIFA recebe quase 3,5 milhões de pedidos de bilhetes para o Mundial2018

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Moscovo, 12 out (Lusa) -- A FIFA recebeu quase 3,5 milhões de pedidos de bilhetes para o Mundial2018 de futebol, para o qual a seleção portuguesa está qualificada, informou hoje o organismo regulador, no dia em que encerra a primeira fase de venda.

Perto de 70% dos 3.496.204 pedidos recebidos pela FIFA são provenientes da Rússia, país organizador da fase final, muito à frente dos restantes nove países com maior número de bilhetes solicitados: Alemanha, Brasil, Argentina, México, Estados Unidos, Colômbia, Egito, China e Polónia.

Mais de 300.000 pessoas pretendem assistir à final do Campeonato do Mundo, marcada para 15 de julho de 2018, no estádio Luzhniki, em Moscovo, enquanto 150.000 solicitações correspondem ao jogo de abertura, que se realiza um mês antes, em 14 de junho.

A venda de bilhetes para o Mundial2018 decorre ao longo de três fases: a primeira começou em setembro e termina hoje, a segunda iniciar-se-á após a realização do sorteio da fase final, em 01 de dezembro, e a terceira arrancará em 18 de abril 2018.

RPC // VR

Lusa/fim

+ notícias: Desporto

Fernando Gomes e Lima Pereira lembram como foi levantar a Intercontinental em 1987

Foi há 30 anos que o FC Porto conquistou a Taça Intercontinental. Foi em Tóquio, frente ao Peñarol, por 2-1. Fernando Gomes e António Lima Pereira, à epoca os capitães da equipa, recordam ao Porto Canal o momento em que levantaram o troféu.

Pedro Martins pede Vitória organizado e eficaz para eliminar FC Porto

O treinador do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, realçou hoje que a equipa precisa de "inteligência tática", mas também de eficácia, para derrotar o FC Porto nos oitavos de final da Taça de Portugal de futebol.

União Académica António Aroso quer espaço para conseguir continuar a crescer

A União Academica António Aroso, um dos clubes de basquetebol mais antigos do Porto, tem visto o seu crescimento condicionado pela ausência de um pavilhão próprio. Conheça agora a historia de um clube com mais meio século de existência.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS