Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Mota-Engil coloca cerca de 88 ME no mercado mexicano de obrigações à taxa de 1,965%

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 12 out (Lusa) -- A Mota-Engil anunciou hoje que realizou com sucesso a primeira colocação no mercado mexicano de obrigações no valor total de 1,95 mil milhões de pesos mexicanos (cerca de 88 milhões de euros) a uma taxa de 1,965%.

De acordo com a informação a que a agência Lusa teve acesso, a operação de securitização, que não envolve a banca comercial, está associada à PPP (parceria público-privada) Coatzacoalcos-Villahermosa e tem uma maturidade de 9,2 anos e uma taxa fixa com 'spread' (implícito à data de hoje) de 1,965% sobre obrigações de dívida pública mexicana com a mesma maturidade.

Esta PPP corresponde a um contrato plurianual de prestação de serviços que inclui duas componentes: uma relacionada com a reabilitação de 134,2 km de estrada e outra referente à manutenção da mesma via, num valor de 4574 milhões de pesos mexicanos (206 milhões de euros).

A emissão de novos títulos, com cotação na Bolsa Mexicana, está suportada num rating AAA por três agências.

De entre os investidores destacam-se Fundos de Pensões e Seguradoras, "numa demonstração da confiança na primeira operação de securitização associada a um contrato, incluindo construção, ao abrigo do novo regime legal mexicano de PPP".

ICO// ATR

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Forte tempestade no norte da Europa provoca caos nos transportes. Todos os voos de Amesterdão cancelados

A forte tempestade que atinge o norte da Europa está a provocar hoje o caos nos transportes, impedindo voos e dificultando a circulação de comboios e automóveis.

Publicada portaria que confirma idade da reforma aos 66 anos e cinco meses em 2019

A idade normal de acesso à reforma vai subir, conforme previsto, um mês em 2019 para 66 anos e cinco meses, confirmou esta quinta-feira o Governo numa portaria publicada em Diário da República.

Portugal com 3ª maior subida homóloga nos preços das casas no 3º trimestre

Os preços homólogos das habitações aumentaram, no terceiro trimestre de 2017, 4,1% na zona euro e 4,6% na União Europeia (UE), com Portugal a registar a terceira maior subida (10,4%) entre os Estados-membros, divulga o Eurostat.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.