Jornal Diário Jornal das 13

Mundial2018: Marcelo felicita seleção nacional por apuramento

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 11 out (Lusa) -- O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, felicitou a seleção nacional de futebol pelo apuramento para o Mundial2018, na Rússia, depois de vencer a Suíça por 2-0, em jogo disputado no estádio da Luz, em Lisboa.

"No final do jogo entre a Seleção Nacional de Futebol e a sua congénere suíça, que a primeira venceu por 2-0 garantindo o apuramento para o Campeonato do Mundo do próximo ano na Rússia, o Presidente da República, acompanhado por Eduardo Ferro Rodrigues, Presidente da Assembleia da República, felicitou os jogadores, o selecionador nacional, restante equipa técnica e o Presidente da Federação Portuguesa de Futebol", pode ler-se em mensagem publicada na página da Presidência da República na Internet.

Na mensagem, reproduzida também na página da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) na Internet, Belém adianta ainda que Marcelo Rebelo de Sousa se deslocou ao estádio da Luz "vindo diretamente do Jantar de Estado em honra dos Reis dos Países Baixos" -- que iniciaram na terça-feira uma visita de Estado de três dias a Portugal -, tendo oferecido a Fernando Santos, que celebrava o seu 63.º aniversário, "um livro de Miguel Torga".

PGF // RPM

Lusa/fim

+ notícias: Desporto

Cristiano Ronaldo "orgulhoso" pelos valores da transferência e desvaloriza idade

O futebolista Cristiano Ronaldo revelou-se hoje "orgulhoso" pelos valores envolvidos na sua transferência do Real Madrid para a Juventus, desvalorizando a idade e garantindo que, aos 33 anos, está pronto para os mais altos desafios competitivos.

Portugal estreia-se com goleada a Andorra

A seleção portuguesa de hóquei em patins iniciou hoje a defesa do título europeu com uma goleada de 11-0 a Andorra, em jogo da primeira jornada do grupo A da prova, que decorre na Corunha, Espanha.

França campeã mundial pela segunda vez, ao bater Croácia na final

A França sagrou-se este domingo campeã mundial de futebol pela segunda vez na sua história, 20 anos depois, ao vencer a Croácia por 4-2, na final da 21.ª edição da prova, disputada no Estádio Luzhniki, em Moscovo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.