Jornal Diário Jornal das 13

Sócrates acusado de corrupção, branqueamento e fraude fiscal

| País
Porto Canal com Lusa

O Ministério Público acusou hoje José Sócrates pela prática de três crimes de corrupção passiva de titular de cargo político, 16 de branqueamento de capitais, nove de falsificação de documentos e três de fraude fiscal qualificada, na 'Operação Marquês'.

Uma nota da Procuradoria-Geral da República, hoje divulgada e que dá conta da acusação dos 28 arguidos da 'Operação Marquês', indica que o ex-primeiro ministro está acusado de 31 crimes económicos.

O empresário e seu amigo Carlos Santos Silva foi acusado de 33 crimes, entre os quais corrupção passiva de titular de cargo político, corrupção ativa de titular de cargo político, branqueamento de capitais, falsificação de documento, fraude fiscal e fraude fiscal qualificada.

O Departamento Central de Investigação e Ação penal acusou também o banqueiro Ricardo Salgado por 21 crimes económicos e financeiros: corrupção ativa de titular de cargo político, corrupção ativa, branqueamento de capitais, abuso de confiança, falsificação de documento e fraude fiscal qualificada.

O antigo presidente da PT Zeinal Bava está acusado de cinco crimes de corrupção passiva, branqueamento de capitais, falsificação de documento e fraude fiscal qualificada.

Henrique Granadeiro, ex-administrador da PT está acusado de corrupção passiva (1 crime), branqueamento de capitais (2), peculato (1), abuso de confiança (1) e fraude fiscal qualificada (3).

O ex-ministro e antigo administrador da Caixa Geral de Depósitos Armando Vara foi acusado pelo MP de cinco crimes: corrupção passiva de titular de cargo político (1), branqueamento de capitais (2) e fraude fiscal qualificada (2).

+ notícias: País

Ao quinto dia, taxistas prometem manter protesto até à suspensão da lei

Os taxistas mantêm-se este domingo pelo quinto dia em protesto e prometem continuar até que a lei das plataformas de transporte seja suspensa, prevendo abandonar os locais onde estão parados apenas na segunda-feira para uma vigília na Praça do Comércio.

Passageiros do Alfa Pendular de Lisboa a Braga obrigados a mudar de comboio no Porto

Os passageiros da CP (Comboios de Portugal) que pagam bilhete para o Alfa Pendular de Lisboa para Braga, são obrigados a prosseguir viagem, a partir do Porto, num comboio suburbano. Nas últimas semanas a situação tem sido recorrente, o que deixa os passageiros indignados.

Mais de 70 toneladas de embalagens recolhidas nas praias e festas de verão

Mais de 70 toneladas de embalagens de plástico, papel, cartão e vidro foram enviadas para reciclagem na sequência de ações neste verão em praias e em festivais, segundo um balanço da Sociedade Ponto Verde (SPV).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Olá Maria!

Trend(i) - diferentes tipos de bolsas...

N'Agenda

Exposição 'Amor com amor...