Info

Fogo que ameaçou três fábricas na Trofa extinto

Fogo que ameaçou três fábricas na Trofa extinto
| Norte
Porto Canal com Lusa

O fogo que esta noite ameaçou três fábricas na Trofa, distrito do Porto, foi extinto, sem chegar aos edifícios, disse à Lusa o presidente da Câmara da Trofa, que exigiu "mais meios para as autarquias" no combate aos incêndios.

"Depois de momentos complicados, está extinto. E à primeira vista - ainda que seja necessário apurar junto dos responsáveis - não estão em causa empregos ou prejuízos elevados. Mas as causas também têm de ser apuradas", disse o presidente da Câmara, Sérgio Humberto.

Em causa está um incêndio que teve início de manhã em zona florestal na Trofa e alastrou ao início da noite às imediações de três fábricas localizadas no lugar de Lantemil, em Santiago de Bougado.

Duas das unidades fabris dedicam-se ao ramo alimentar e uma terceira opera no negócio do ar condicionado.

Cerca das 22:15, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto indicou à agência Lusa que no terreno estavam 72 homens auxiliados por 19 viaturas de corporações de seis concelhos do distrito: Trofa, Santo Tirso, Ermesinde (Valongo), Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Pedrouços (Maia).

Entretanto, o presidente da Câmara da Trofa apontou suspeitas sobre a origem deste e de outros fogos.

"Ontem [sábado] quando os Bombeiros Voluntários da Trofa comemoravam o 41.º aniversário, deflagraram cinco incêndios em sítios diferentes. E hoje, um incêndio que começou de manhã, esteve controlado, provocou à noite três explosões e entrou nos logradouros das fábricas. Ao mesmo tempo, surge outra ocorrência na Paradela. Há claramente a intenção de desviar meios de uns sítios para os outros", disse o autarca.

Sérgio Humberto exigiu ao Governo "mais meios e mais competências" nomeadamente nas limpezas de terrenos, bem como "mão firme quanto aos culpados".

+ notícias: Norte

Sindicato dos Enfermeiros denuncia "situação caótica" nas urgências de Penafiel

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) denunciou esta terça-feira "a situação "caótica e deprimente" do serviço de urgência do hospital de Penafiel, onde dezenas de doentes aguardam uma vaga para poderem ser internados

Atualizado 15-01-2019 19:38

Ponte entre Amares e Vieira do Minho fechada ao trânsito por razões de segurança

A mais antiga ponte em betão armado do país, entre Amares e Vieira do Minho, distrito de Braga, vai ser “de imediato” fechada a todo o trânsito automóvel, por razões de segurança, disseram hoje os autarcas locais.

Ministro do Ambiente garante apoio financeiro do Complexo Agroindustrial do Cachão

O ministro do Ambiente e da Transição Energética garantiu apoio financeiro para a reabilitação do Complexo Agroindustrial do Cachão. João Matos Fernandes visitou esta segunda-feira o local depois da recente remoção dos resíduos plásticos perigosos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.