Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Jerónimo de Sousa considera que CDU faz falta em Vila Nova de Gaia

| Política
Porto Canal com Lusa

Vila Nova de Gaia, Porto 13 set (Lusa) - O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, considerou hoje que a CDU "é uma voz que faz falta à população de Vila Nova de Gaia", no dia em que surgiu a apoiar a candidatura de Mário David Soares.

Jerónimo de Sousa justificou a sua afirmação pelo facto de "o trabalho da CDU tanto ser valorizado em maiorias como em minorias", falando de uma candidatura cuja aposta é recuperar o vereador perdido na autarquia.

"Não havendo esta voz, os problemas, a necessidade de denúncia, de crítica e de proposta, a cidade ficará mais pobre", enfatizou o líder comunista, reclamando que "a batalha é para ser travada com confiança e que é possível recuperar o vereador".

Na sua intervenção no final do encontro com a população, o cabeça de lista Mário David Soares afirmou querer "transformar o concelho em algo para todos os gaienses".

"Gaia é um concelho rico na sua diversidade mas também muito desigual", acusou o candidato da CDU, reivindicando "políticas de coesão territorial, social e cultural" para Vila Nova de Gaia.

Recusando que este seja um "apêndice do Porto", mas um concelho "com identidade, que não quer crescer à custa do turismo", rotulou a "privatização das vistas do rio" como um dos malefícios do turismo no concelho, "prejudicando a sua população".

São candidatos à Câmara de Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, o atual presidente da câmara Eduardo Vítor Rodrigues (PS), Cancela Moura (PSD/CDS-PP), Mário David Soares (CDU), Renato Soeiro (Bloco de Esquerda), Pedro Ribeiro de Castro (PAN) e Marisa Ribeiro (PTP).

O executivo da Câmara de Gaia é composto por cinco eleitos pelo PS, três eleitos pelo PSD/CDS-PP (a um dos quais a concelhia retirou, em 2013, a confiança política, depois de o autarca Eduardo Vítor lhe ter atribuído um pelouro) e três eleitos pelo movimento "Juntos por Gaia" (que logo após as eleições assinou um acordo de compromisso com o PS),

As eleições autárquicas estão marcadas para 01 de outubro.

JYFO// ATR

Lusa/fim

+ notícias: Política

Privados voltam a receber subsídios de Natal e de férias por inteiro

O pagamento dos subsídios de Natal e de férias no setor privado vai deixar de ser feito parcialmente em duodécimos e voltará a ser feito de uma só vez, em 2018, depois da aprovação de uma proposta do PCP.

Lei garante que trabalhadores do Infarmed podem recusar ir para o Porto, diz Fesap

O secretário-geral da Federação dos Sindicatos da Administração Pública (FESAP) disse hoje que os trabalhadores do Infarmed não podem ser obrigados a mudar-se para o Porto e que os que aceitarem fazê-lo têm direito a receber dinheiro pelas despesas de deslocação.

Aprovado aumento extraordinário de 6 ou 10 euros nas pensões

Os deputados aprovaram hoje na especialidade o aumento extraordinário das pensões, de seis ou de 10 euros, que começará a ser pago em agosto do próximo ano.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS